23.5 C
Brasília
domingo, 21 julho, 2024

Venezuela rechaça declarações ingerencistas de chanceler espanhol

Caracas, (Prensa Latina) A ministra de Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, rechaçou hoje declarações do chanceler espanhol José Manuel García-Margallo, por considerá-las ingerencistas e lhe solicitou que acate o direito internacional público.

Em sua conta no twitter, a diplomata repudiou o que considerou ignorância histórica ao se referir às manifestações de García-Margallo sobre a atual situação do país sul-americano.

Para Rodríguez, nesta ocasião o funcionário europeu intromete-se em assuntos internos da Venezuela com a pretensão de exercer tutela imperial de suas ex-colônias.

“A você lhe corresponde, chanceler García-Margallo, submeter sua atuação ao Direito Internacional Público, antes de sequer pensar em dar ordens aqui”, enfatizou Delcy Rodríguez na rede social.

Também considerou que García-Margallo em nada tem que opinar nem ordenar à Pátria, herdeira do Libertador Simón Bolívar.

Rodríguez exortou ao chanceler espanhol a se preocupar mais com a atualidade que vive o Governo ibérico, que se encontra em uma crise de governabilidade pela falta de acordos que propiciem a investidura de um novo Presidente.

García-Margallo anunciou nesta segunda-feira que levará ante o Conselho de Exteriores da União Europeia a preocupação do Governo presidido por Mariano Rajoy sobre a situação da Venezuela.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS