17.5 C
Brasília
terça-feira, 18 junho, 2024

Zelensky diz querer dar ‘boas-vindas’ a Lula na Ucrânia; Kiev terá novo embaixador no Brasil

© AP Photo / Yves Herman

Sputnik – Zelensky comentou hoje (11) a visita de Celso Amorim à capital ucraniana e disse querer reativar os laços entre a Ucrânia e países latino-americanos. Ao mesmo tempo, líder convidou Lula para ir a Kiev.

Na quarta-feira (10), o assessor especial da presidência para assuntos estrangeiros, Celso Amorim, visitou Kiev onde encontrou com o presidente Vladimir Zelensky e membros do governo ucraniano, conforme noticiado.
Hoje (11), Zelensky escreveu uma nota em seu Twitter comentando brevemente a reunião com o ex-chanceler e o desejo de realizar uma cúpula Ucrânia-América Latina, além de convidar Luiz Inácio Lula da Silva para ir ao país do Leste Europeu.
Encontrei-me com o Assessor Especial de Política Externa do Presidente da República, Celso Amorim. Enfatizei que o único plano capaz de impedir a agressão russa na Ucrânia é a fórmula da paz ucraniana. Discutimos a possibilidade de realizar a Cúpula Ucrânia-América Latina. Espero continuar o diálogo com o Presidente Lula e dar-lhe as boas-vindas à Ucrânia.
Durante o encontro ontem (10), Amorim enviou uma carta escrita por Lula a Zelensky, na qual o presidente mais uma vez deixou claro que o Brasil está à disposição para buscar um caminho a fim de “frear o conflito armado que ameaça à segurança internacional”, segundo a coluna de Jamil Chade no UOL.
Durante a reunião, uma apresentação foi feita à delegação brasileira e os ucranianos ainda citaram a necessidade de Kiev por munições e armamentos, entretanto não fizeram um pedido específico ao Brasil, diz o jornalista.
Amorim também informou a Kiev que o governo brasileiro estava dando sinal verde para o nome proposto pelos ucranianos para ser o novo embaixador da Ucrânia no Brasil. De acordo com a mídia, quem ocupará a embaixada será Andrei Melnik, o atual vice-ministro de Relações Exteriores.
Também entre os temas destacados, Kiev expressou a vontade de voltar a manter uma cooperação com o Brasil em temas como armamento e retomar a relação com a América Latina, abandonada pelos ucranianos nos últimos anos.
Estamos mudando o clima entre Brasil e Ucrânia

Durante a reunião, a Ucrânia fez uma espécie de mea culpa, admitindo que sua diplomacia abandonou a relação com os países latino-americanos, mas que há a vontade de reaquecer os laços, intenção comprovada com a mensagem escrita pelo presidente ucraniano hoje (11).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS