Brasília, 10 de agosto de 2022 às 07:38
Selecione o Idioma:

Venezuela

Postado em 15/06/2022 9:10

Viagem de Maduro ao Irã foi um golpe contra o bloqueio dos EUA imposto a Venezuela

.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro (E) e seu homólogo iraniano, Seyed Ebrahim Raisi, após uma reunião em Teerã, Irã, 11 de junho de 2022. (Foto: president.ir)

Hispantv – Os acordos alcançados na viagem do presidente venezuelano Nicolás Maduro são um duro golpe para o bloqueio dos EUA, diz um deputado do país sul-americano.

“Esta turnê não só abre novas perspectivas para o desenvolvimento do nosso país nesta nova fase de recuperação econômica do país, mas também é um golpe muito forte na política do governo dos EUA de aplicar o bloqueio como uma espécie de chantagem para dobrar o governo bolivariano”, afirmou na terça-feira o presidente da Comissão de Economia e Finanças do parlamento, Jesús Farías.

De acordo com as declarações do deputado Farías do oficial Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), os novos acordos fortalecerão muito a economia da Venezuela, que é mitigada pelas duras sanções dos Estados Unidos.

As palavras do deputado venezuelano vêm no mesmo dia em que o presidente da República Bolivariana da Venezuela qualificou as questões de cooperação com seus parceiros como importantes para a prosperidade do país.

Maduro também afirmou que o objetivo de seu governo é continuar trabalhando por seu país e fortalecer os laços com outros povos para ter um mundo multipolar baseado na fraternidade.

‘Cooperación Irán-Venezuela, mala noticia para EEUU e Israel’ | HISPANTV‘Cooperação Irã-Venezuela, más notícias para os EUA e Israel’ | HISPANTV

O desenvolvimento de relações estratégicas entre Irã e Venezuela é “má notícia” para os EUA e Israel, diz um jornal israelense.
Excursão ao mundo distante para Caracas
O presidente Maduro iniciou sua turnê internacional na Turquia em 7 de junho, onde ele e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, concluíram vários acordos sobre questões econômicas, turísticas e agrícolas. Em seguida, viajou para a Argélia em 9 de junho, onde se encontrou com seu colega Abdelmadjid Tebboune, com quem concordou em estabelecer uma ligação aérea direta entre Argel e Caracas; e relançar a Comissão Conjunta de Alto Nível entre os dois países.

A terceira parada de Maduro foi a República Islâmica do Irã, onde após uma reunião com seu homólogo iraniano, Seyed Ebrahim Raisi, eles assinaram um acordo de cooperação estratégica em 12 de junho para os próximos 20 anos, que inclui acordos específicos em áreas como petróleo, defesa , petroquímica, turismo e cultura.

Comentários: