21.5 C
Brasília
sábado, 2 março, 2024

Venezuela promove humanismo para enfrentar a Covid-19

Caracas, (Prensa Latina) A Venezuela promove hoje um método humanista e científico para enfrentar a propagação da pandemia de Covid-19, afirmou a vice-presidenta Executiva Delcy Rodríguez.

Em entrevista on-line com o ex-presidente equatoriano Rafael Correa, a funcionária pública enfatizou que o Governo bolivariano rapidamente implementou medidas de prevenção para o controle da infecção no país, com o objetivo de velar pela proteção do povo.

Explicou que apenas começaram os primeiros contágios, o presidente Nicolás Maduro decretou o estado de alarme constitucional, o que permitiu manter uma curva achatada, diferente de outros países da América Latina, onde se observam curvas de crescimento exponencial.

Rodríguez recordou que atualmente a Venezuela tem uma das taxas de fatalidade mais baixas por milhão de habitantes, enquanto a taxa referente à realização de testes para a detecção do COVID-19 é a mais alta da América Latina.

‘Os testes em massa tem sido um dos eixos fundamentais para o controle e prevenção do novo coronavírus, o que nos permitiu estar um passo a frente, por exemplo, nós temos um método de ir casa a casa com as equipes de saúde, e isso nos permitiu manter a taxa mais alta de aplicação de testes’, destacou.

A vice-presidenta disse que as autoridades de saúde não esperam que os doentes cheguem aos hospitais, sobrecarregando o sistema de saúde, explicou, ‘não esperamos que os mortos apareçam nas ruas’.

Destacou que este país sul-americano está plenamente em linha com as indicações da Organização Mundial de Saúde na luta contra esta pandemia, que até o momento afetou mais de 4,4 milhões de pessoas, em mais de 180 países. oda/ycv/jp


ÚLTIMAS NOTÍCIAS