24.5 C
Brasília
quinta-feira, 22 fevereiro, 2024

Venezuela pretende impulsionar produção de gás com ajuda russa

© Sputnik/ Maxim Blinov
A estatal venezuelana PDVSA planeja incrementar a parceria com a petrolífera estatal russa Rosneft para impulsionar a produção de gás, disse nesta segunda-feira o presidente da empresa sul-americana, Eulogio Del Pino, à emissora russa RT.
“Esperamos incorporar a Rosneft em pelo menos dois campos do nosso projeto de exploração de gás: Patao e Mejillones, que têm capacidade de desenvolver uma produção adicional de aproximados 600 milhões de pés cúbicos (0,028 metros cúbicos) por dia”, disse Del Pino, que também é ministro do Petróleo da Venezuela. Nos próximos meses, a PDVSA pretende iniciar a produção de gás em poços da Península de Paria (norte), com cerca de 8 milhões de metros cúbicos por dia, com objetivo de exportar para Trinidad, bem como para satisfazer a demanda interna da Venezuela, disse Del Pino na entrevista com RT.
Segundo o ministro, no dia 7 de outubro está prevista visita do presidente da estatal russa, Igor Sechin, ao país.  Durante essa visita, será negociada a abertura de um empreendimento conjunto entre a Rosneft e a PDVSA para a exploração de gás.
O presidente da PDSVA explicou que a maior parte do gás produzido no país está relacionado à exploração de petróleo. No entanto, a empresa pretende produzir pelo menos 33,6 milhões de metros cúbicos por dia. As reservas de gás da Venezuela são estimadas em 5,5 trilhões de metros cúbicos de gás, de acordo com dados oficiais.
https://br.sputniknews.com/mundo/20160926/6413271/Venezuela-PDVSA-Rosneft-gas.html

ÚLTIMAS NOTÍCIAS