Brasília, 8 de junho de 2021 às 04:57
Selecione o Idioma:

Papo do Dia:

Sem Titulo

Postado em 01/09/2017 6:59

Venezuela e China fortalecem investimento e cooperação petroleira

.

Foto: @delpinoeulogio
Caracas, 31 Ago. AVN.- Durante reunião da Comissão Mista de Alto Nível China-Venezuela nesta quarta-feira, os dois países aprofundaram as relações comerciais, entre elas o investimento petroleiro.
O vice-presidente de Planejamento, Ricardo Menéndez, disse que está sendo avaliada a possível ampliação do país asiático-que tem uma carteira de investimento de US$9 bilhões— na empresa petroleira mista chinesa-venezuelana Petrosinovensa, na Faixa Petrolífera do Orinoco (FPO) “Hugo Chávez”.
A China demonstrou seu interesse de participar da reativação de 800 poços na FPO, no estado de Anzoátegui, onde está previsto um aumento da produção de 42 mil barris de petróleo diários.
O ministro do Petróleo, Eulogio Del Pino, anunciou uma nova refinaria no país asiático junto à petroleira China National Petroleum Corporation (CNPC).
Este projeto “abre um espaço para nosso petróleo; além do mercado na área asiática. Isto vai unido a um esquema de comercialização muito agressivo que vem sendo feito com uma empresa conjunta com a China que nos oferece uma vantagem na redução de custos no transporte do petróleo”, afirmou, citado em nota à imprensa da Pdvsa.
A revisão periódica dos acordos inclui visitas aos projetos de investimento, que contam com o apoio do Banco de Desenvolvimento da China.
“Estas relações estratégicas, sem dúvida, combatem os efeitos perversos que o império norte-americano pretende criar na economia do país. Não é segredo para ninguém que nossas relações bilaterais estratégicas não são novas. São o resultado da visão de futuro do Comandante Eterno, Hugo Chávez, que vislumbrou agressões do império norte-americano, que continua o presidente Nicolás Maduro”, afirmou o presidente da Pdvsa, Nelson Martínez.
Os projetos têm um investimento de US$62 bilhões. Deste total, US$20 bilhões correspondem ao Fundo Conjunto, criado em 2008, e US$42 bilhões ao de Longo Prazo, iniciado em 2010.
Foto: @delpinoeulogio

Comentários: