21.5 C
Brasília
domingo, 3 março, 2024

Venezuela acusa EUA de atacarem ‘o coração da economia venezuelana’ com ações contra petroleiros

AMÉRICAS

As ações dos EUA, que tentam impedir a chegada de mais petroleiros ao país em meio à pandemia, “são um ataque a todos os venezuelanos”, afirmou Jorge Arreaza.

O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, qualificou de “criminosas” as ações dos EUA, que impedem a chegada de petroleiros à Venezuela para exportar petróleo, citando fonte da agência Reuters.

Mais provas concretas da agressão criminosa de Washington. Eles atacam o coração da economia venezuelana para impedir o país de obter renda para importar alimentos, remédios e suprimentos, e o fazem em meio à pandemia. Isto é um ataque a todos os venezuelanos.

Segundo informou a Reuters, pelo menos dois petroleiros que iam para a Venezuela para carregar petróleo bruto foram obrigados a retornar, e outros três navios se afastaram das águas venezuelanas depois que os Estados Unidos indicaram que estavam considerando a possibilidade de adicionar dezenas de navios petroleiros às listas de sanções.

Na semana passada, os Estados Unidos impuseram sanções contra quatro entidades e quatro petroleiros que navegavam sob as bandeiras do Panamá, Bahamas e Ilhas Marshall por sua suposta participação no comércio petrolífero da Venezuela.

A Venezuela obteve recentemente um grande carregamento de gasolina e componentes necessários para produzi-la, proveniente do Irã. Todos os navios iranianos tiveram escolta militar venezuelana depois que os Estados Unidos disseram estar ponderando medidas em resposta às entregas. Além disso, na segunda-feira (8) Caracas recebeu ajuda humanitária por parte de Teerã.

As sanções impostas pelos EUA em meio à crise política e econômica na Venezuela têm impactado fortemente o país.

Sputnik

ÚLTIMAS NOTÍCIAS