24.5 C
Brasília
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

Unesco convoca mulheres a imaginar o mundo de amanhã

Paris, (Prensa Latina) A Unesco apresentou nesta terça (18) os primeiros testemunhos de pensadores, artistas e ativistas de diversas áreas, a quem havia convidado a expressar sua visão dos desafios e oportunidades que surgirão após a pandemia de Covid-19.

Essas intervenções, publicadas em vídeo, contribuíram para a visão das mulheres sobre questões como meio ambiente, educação e relações internacionais, que a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura queria enfatizar diante das vozes dos homens que muitas vezes monopolizam essas reflexões.

O painel foi formado pela climatologista canadense Katharine Hayhoe; A libanesa Fadia Kiwan, presidente da Organização das Mulheres Árabes; Oceanógrafa peruana Sara Purca; a pesquisadora N’Dri Assie-Lumumba, da Costa do Marfim; a japonesa Sakiko Fukuda-Parr, especialista em Relações Internacionais; e Márcia Barbosa, diretora da Academia Brasileira de Ciências.

A Unesco propôs este Fórum de Ideias como um laboratório aberto e inclusivo de idéias, com o objetivo de contribuir para o pensamento estratégico sobre os programas da Organização e com a esperança declarada de que a iniciativa inspirará os formuladores de políticas e contribuirá positivamente para o governança global.

Segundo os organizadores deste Fórum, nos próximos meses serão incorporadas novas contribuições de homens e mulheres de todo o mundo, que se destacam por seu trabalho em uma ampla variedade de disciplinas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS