19.5 C
Brasília
domingo, 3 março, 2024

Trinidad e Tobago reforça chamado de alerta contra aumento da Covid-19

Porto de Espanha, 21 de janeiro (Prensa Latina) As autoridades sanitárias de Trinidad e Tobago confirmaram o primeiro caso da variante JNI do coronavírus, que hoje mantém o aumento de casos em vários países da região, o que gerou chamados de alerta.

Esta evolução surge num momento em que este país tem registado um aumento nas mortes relacionadas com a Covid-19 e, segundo o Ministério da Saúde, os dados atuais não sugerem que esta nova variante provoque uma doença com sintomas mais graves.

O ministro da Saúde, Terrance Deyalsingh, destacou que a região das Caraíbas está a viver tendências semelhantes, provavelmente exacerbadas pelo aumento da circulação de pessoas durante as épocas festivas de Natal e Carnaval, disse à imprensa local e sublinhou preocupação devido à sua potencial transmissibilidade.

Os apelos de alerta indicam a prática de uma boa higiene, vital para impedir a propagação não só da Covid-19, mas também da gripe, sublinham a importância de tomar as precauções necessárias para proteger vidas e instam o público a avaliar os riscos para si, para as suas famílias e para as comunidades.

Relativamente aos grupos vulneráveis, a autoridade máxima alertou que os idosos, as mulheres grávidas, as pessoas imunossuprimidas e as pessoas com doenças crónicas não transmissíveis (DNT) correm elevado risco de sofrer consequências graves caso sejam infectadas.

Estatísticas recentes revelam uma tendência na mortalidade por Covid-19 no país que entre 23 de dezembro de 2023 e 18 de janeiro de 2024 registrou seis mortes.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS