13.5 C
Brasília
domingo, 26 maio, 2024

Sanders para Netanyahu: ‘Não é antissemita dizer que o governo israelense matou 34 mil palestinos’

© AP Photo / Darron Cummings

Sputnik – O senador independente dos EUA Bernie Sanders disse que as críticas às políticas do governo israelense não configuram antissemitismo.

A fala foi feita depois de o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ter descrito dessa forma os protestos pró-Palestina que têm ocorrido em campi universitários dos EUA.
O presidente Joe Biden fala durante uma entrevista coletiva com o presidente ucraniano Vladimir Zelensky na Sala Leste da Casa Branca em Washington, 21 de dezembro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2024

Panorama internacional

EUA alocam dinheiro para Kiev apenas ‘para salvar sua reputação’ e isto não muda nada, diz analista

Não, sr. Netanyahu. Não é antissemita ou pró-Hamas apontar que em pouco mais de seis meses o seu governo extremista matou 34 mil palestinos e feriu mais de 77 mil, dos quais 70% são mulheres e crianças“, disse ele via X (antigo Twitter).

Sanders, de ascendência judaica, acrescentou que Netanyahu não deveria usar tais acusações para desviar a atenção da acusação criminal que enfrenta nos tribunais israelenses por suposta corrupção.

Anteriormente, o legislador norte-americano tinha criticado o líder israelense pelas ações na Faixa de Gaza. Ele também disse que parassem de “assassinar pessoas inocentes“.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS