22.5 C
Brasília
terça-feira, 18 junho, 2024

Rumo às eleições presidenciais no Equador: Correísmo apresenta candidatos

O partido correísta elege o casal Luisa González e Andrés Arauz como a chave para a presidência e vice-presidência do Equador.

HispanTV – O movimento Revolución Ciudadana indicou a ex-legisladora Luisa González como sua candidata presidencial no Equador antes das eleições de 20 de agosto.

Anteriormente, o ex-vice-presidente Jorge Glas havia sido indicado, mas recusou a candidatura em favor de González, agradecendo a confiança dos militantes do movimento. 

Da mesma forma, o partido político escolheu Andrés Arauz como seu candidato à vice-presidência da nação andina. O jovem político foi ministro da Coordenação do Conhecimento e Talento Humano durante o mandato de Rafael Correa, e concorreu como candidato presidencial nas últimas eleições de 2021.

Para o ex-presidente equatoriano Rafael Correa, o presidente Guillermo Lasso dissolveu a Assembleia Nacional e promoveu a convocação de eleições, para impedir o julgamento contra ele.

Por sua vez, o líder do movimento, o ex-presidente Rafael Correa, parabenizou os novos candidatos por meio de uma videochamada. Ele aproveitou a oportunidade para questionar os seis anos de perseguição política que os principais representantes da Revolução Cidadã enfrentaram e pelos quais ele teve que ficar fora do Equador.

Este movimento político é considerado a força política em melhores condições no país sul-americano, devido à qualidade representativa da organização que começou a ascender desde que retomou uma estratégia política de questionar o Presidente Guillermo Lasso, por casos de corrupção.

As organizações têm até 13 de junho para registrar seus candidatos para as próximas eleições antecipadas. A primeira rodada será no dia 20 de agosto e, se necessário, haverá uma segunda no dia 15 de outubro. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS