21.5 C
Brasília
quarta-feira, 12 junho, 2024

ROUBO: Venezuela denuncia venda da Citgo para empresa israelense-americana

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela avisa que a empresa Citgo será vendida a uma empresa israelo-americana devido a uma conspiração arquitetada por Guaidó.

HispanTV – Jorge Rodríguez denunciou na quarta-feira que o governo dos EUA planeja prosseguir com o leilão ilegal da refinaria estatal Citgo Petroleum Corporation, subsidiária da petrolífera venezuelana PDVSA, cujo comprador já designado seria a Delek Holdings, empresa israelense-americana , com um general manager próximo ao adversário Juan Guaidó.

Em sessão ordinária, Rodríguez comentou que os trabalhadores da Citgo lhe enviaram um comunicado emitido por Carlos Jordá, presidente executivo da subsidiária, nomeado em 2020 por Guaidó, indicando a venda. A Citgo “vai entrar em contato com uma empresa israelense-americana “, enfatizou.

Segundo o presidente da Assembleia venezuelana, o leilão judicial autorizado pelo Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros dos Estados Unidos (OFAC) será para pagar uma “dívida falsa de 1,4 bilhão de dólares” à empresa Cristalex.

“Essa comunicação indica que em 23 de outubro de 2023, (…) o processo de venda de 270 dias que o tribunal aprovou no ano passado começa formalmente, um leilão para vender Citgo será realizado aproximadamente em 10 de junho de 2024, após o qual o tribunal vai apreciar a homologação da venda”, denunciou.

Maduro pediu aos venezuelanos que se unam “com força e coração” e digam aos Estados Unidos “chega de saques e roubos”, Citgo pertence ao povo da Venezuela

Rodríguez também garantiu que  há evidências de que a venda da Citgo responde a um plano arquitetado por Juan Guaidó e Donald Trump, com a proteção do governo dos Estados Unidos, para roubar sistematicamente todos os ativos pertencentes à Venezuela.

Apesar de a Venezuela ter denunciado perante o Conselho Econômico e Social da Organização das Nações Unidas o confisco da Citgo pelo país norte-americano, um tribunal norte-americano fixou o dia 23 de outubro como data de início do leilão das ações da PDV Holding, controladora da Delek Holdings.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS