22.5 C
Brasília
terça-feira, 18 junho, 2024

Rios transbordam e deixa comunidade mapuches isoladas no Chile

Santiago do Chile, 26 de junho (Prensa Latina) Uma dezena de comunidades mapuches estão hoje isoladas no povoado chileno de Alto Biobío devido à destruição de estradas, pontes e balsas após o transbordamento de rios provocado pelas fortes chuvas.

Segundo o prefeito local, Nivaldo Piñaleo, 18 viadutos foram destruídos ou danificados, incluindo seis passarelas e 12 pontes, a maioria nas margens do rio Queuco.

Acrescentou que as jangadas utilizadas pelos habitantes de Los Chenques, Pitril e Cauñicó, foram arrastadas pela corrente e as estradas interiores estão inutilizáveis.


Cerca de mil pessoas estão incomunicáveis ​​devido a uma das tempestades mais destrutivas dos últimos anos, disse Piñaleo. Em conversa telefônica com a Prensa Latina, Yoselyn Mulchen destacou que em Los Chenques Pitril existem várias famílias isoladas, já que o veículo e a jangada da comunidade foram arrastados pelas águas do Queuco e não têm como chegar à estrada central.

Várias casas foram destruídas ou danificadas pela torrente que também inundou plantações de trigo, cevada e ração animal, disse ele.No local vivem dois idosos e uma criança e algumas pessoas estão com problemas respiratórios devido à chuva e ao frio.

Até agora têm sinal de telefone e comida para cerca de uma semana, mas se as chuvas persistirem vão precisar de ajuda.

Especificou que na véspera receberam um telefonema da ministra do Interior, Carolina Tohá, que se interessou pela situação da população.

Mulchen indicou que, quando as chuvas acabarem, eles precisarão de ajuda do governo para restabelecer as vias de comunicação e recuperar as plantações. “O inverno está apenas começando e nos pegou desprevenidos”, disse ele.

Ele também se referiu ao risco de inundação do rio Biobío, em cujo curso estão instaladas três barragens, que podem começar a aliviar sua carga se as chuvas continuarem.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS