21.5 C
Brasília
quinta-feira, 22 fevereiro, 2024

Putin: investigação determina que o Il-76 russo foi abatido pelo sistema Patriot fabricado nos EUA

© Sputnik / Stanislav Krasilnikov

Sputnik – Nesta quarta-feira (31), o presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que a investigação realizada acerca da queda do avião Il-76 estabeleceu que a aeronave foi abatida por um míssil de um sistema Patriot fabricado nos EUA.

No início do dia, um porta-voz dos serviços de emergência disse à Sputnik que o exame da queda do avião Il-76 no dia 24 de janeiro na Rússia confirmou que a aeronave foi derrubada por um míssil de um sistema de defesa antiaérea de fabricação ocidental.

“O avião foi abatido — isso já foi estabelecido com certeza — por um sistema Patriot fabricado nos EUA. A investigação já estabeleceu isso”, disse Putin em reunião com suas pessoas de confiança.

Ainda segundo o presidente russo, a mídia ocidental está tentando encobrir a história da queda do avião Il-76 na região russa de Belgorod, que transportava prisioneiros de guerra ucranianos.
“Eles estão tentando minimizar isso. Veja o que dizem na mídia ocidental? Nada […] mas não esqueceremos os crimes que eles cometem contra nossos cidadãos”, disse Putin durante a reunião.
O presidente acrescentou que a Rússia “insiste” no estabelecimento de uma investigação internacional sobre a queda do avião Il-76.
Putin considera que a ação da Ucrânia ao abater o avião e bombardear áreas civis parece ter por objetivo provocar ações retaliatórias da Rússia, o que em muito busca desviar a atenção do fracasso da contraofensiva de Kiev.
“Podemos imaginar por que é que [a Ucrânia] está bombardeando cidades pacíficas. Existem vários objetivos aí — para desviar a atenção da sua própria população e dos patrocinadores dos fracassos da chamada contraofensiva; para mostrar que podem fazer alguma coisa; para nos provocar a tomar ações espelhadas de retaliação atacando alvos civis e pacíficos no próprio território da Ucrânia. Estamos fazendo o que estamos fazendo, estamos atingindo instalações de infraestrutura com armas de precisão, principalmente dos militares, e da indústria militar [ucraniana]. Eles querem nos provocar a tomar ações retaliatórias, provavelmente acho que sim”, disse Putin.
Restos da aeronave de transporte militar Il-76 na região de Belgorod - Sputnik Brasil, 1920, 29.01.2024

Operação militar especial russa

Serviços de Emergência russos obtêm dados preliminares das caixas pretas do Il-76 abatido por Kiev

Na quarta-feira (24), o avião Il-76 com 65 prisioneiros de guerra ucranianos transportados para troca caiu na região de Belgorod, no oeste da Rússia, conforme afirmou o Ministério da Defesa russo. Todos os prisioneiros de guerra morreram, junto a seis tripulantes e três acompanhantes militares a bordo da aeronave. O ministério acusou as forças ucranianas de derrubarem o avião.
A mídia ucraniana escreveu primeiro que o Il-76 foi abatido pelo seu Exército, mas depois removeu essa informação de seus sites.
A Ucrânia reconheceu indiretamente ter abatido o Il-76 quando sua Inteligência disse lamentar que a Rússia “não tenha notificado a necessidade de garantir a segurança do espaço aéreo” perto de Belgorod. A mídia ucraniana chegou a divulgar a tese de que o Il-76 carregava mísseis para os sistemas S-300.

Kiev se declarou oficialmente a favor da realização de uma investigação internacional para esclarecer as circunstâncias do incidente.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS