25.5 C
Brasília
domingo, 26 maio, 2024

Presidentes da Venezuela, Cuba e Argentina ratificam apoio ao Petro

O novo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, durante sua cerimônia de posse em Bogotá, 7 de agosto de 2022. (Foto: AFP)

Hispantv – Os presidentes da Venezuela, Cuba e Argentina parabenizam e ratificam seu apoio a Gustavo Petro, que tomou posse no domingo como novo presidente da Colômbia.

Por meio de uma mensagem de vídeo transmitida em sua conta no Twitter, o chefe de Estado venezuelano, Nicolás Maduro, saudou a chegada de Petro à Casa Nariño e ofereceu sua ajuda para reconstruir a irmandade entre os dois países, cujas relações sofreram uma ruptura durante o mandato de Iván Duque em Colômbia.

“Estendo minha mão ao presidente Gustavo Petro e ao povo colombiano, para reconstruir a fraternidade com base no respeito e no amor”, disse Maduro, enquanto considera o novo governo colombiano “uma segunda chance” para o bem, a felicidade e a paz de ambos os vizinhos. nações.

Maduro acompanhou a mensagem com um vídeo em que o presidente aparece assistindo à posse do que hoje é seu homólogo colombiano na televisão.

Cuba ratifica seu compromisso com a paz na Colômbia
Por sua vez, o presidente cubano Miguel Díaz-Canel saudou a tomada do poder de Petro na Colômbia e desejou sucesso ao novo presidente “nesta nova etapa que começa após a vitória alcançada com grande apoio popular”. “Ratifico o compromisso de Cuba com a paz na Colômbia”, destacou em uma mensagem de felicitações postada na rede social Twitter.

Petro após posse: Este é o governo da vida e da paz
O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, que está em Bogotá (capital colombiana) para representar seu país na posse de Petro, também expressou o compromisso de Cuba com a paz na Colômbia e destacou a disposição de seu país de avançar nas relações bilaterais.

Imagen

O presidente argentino, Alberto Fernández, que viajou à Colômbia para assistir à posse de Petro, reiterou seu apoio ao acordo de paz entre o governo da Colômbia e as extintas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

“Reafirmei meu compromisso de continuar apoiando a paz em seu país, precisamos de uma Colômbia ativa no caminho da integração latino-americana”, disse Fernández.

Gustavo Petro, acompanhado por Francia Márquez como vice-presidente, venceu a votação em 19 de julho e tomou posse no domingo como presidente da Colômbia. O político se define como um líder da esquerda progressista em um país altamente tradicional e de direita e sua chegada à Presidência é de suma importância em um momento em que a esquerda latino-americana colhe vitórias nas urnas.

O novo presidente, que herda uma Colômbia isolada e enfraquecida em seus laços com outros países, fruto da gestão de seu antecessor, Iván Duque, deverá se esforçar para melhorar as relações com diversos países e organismos regionais e internacionais.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS