23.5 C
Brasília
terça-feira, 11 junho, 2024

Presidente da Colômbia pede levantamento de sanções contra a Venezuela

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro (à esquerda), reunido com seu homólogo venezuelano, Nicolás Maduro, em Caracas, 23 de março de 2023. (Foto: AFP)

HispanTV – O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, propôs que os direitos especiais de saque da Venezuela no FMI fossem liberados para investimentos sociais.

“ Proponho à Venezuela e aos EUA que desbloqueiem os DEGS, Direitos Especiais de Saque, da Venezuela no FMI [Fundo Monetário Internacional], que são de sua propriedade e os processem através da Corporação Andina de Desenvolvimento, CAF, para a Venezuela com o mesmo propósito , “, declarou esta sexta-feira o presidente colombiano na sua rede social X (antigo Twitter).

Petro explicou o seu pedido de levantamento do bloqueio económico que pesa sobre a Venezuela, argumentando que isso permitirá “travar” o êxodo de migrantes através do Darién.

“O passo dado pela ONU e pelos EUA para desbloquear fundos venezuelanos que são investidos em funções sociais é excelente”, acrescentou.

Além disso, o presidente colombiano juntou-se ao apelo para o levantamento das sanções anti-venezuelanas, procurando assim aliviar a situação no país vizinho.

O presidente da Colômbia, desde o início do seu mandato, tem sido um firme defensor da cooperação e ampliação dos laços com a Venezuela. Assim, no seu primeiro ano de governo, reativou o fluxo comercial entre os dois países e o transporte foi facilitado através de todos os meios de comunicação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS