27.5 C
Brasília
terça-feira, 23 abril, 2024

Povo da Venezuela marchará pelo Dia da Dignidade Nacional

Caracas, (Prensa Latina) O povo da Venezuela marchou nesta terça-feira (04) em toda Venezuela para celebrar o Dia da Dignidade Nacional, 28 anos após a rebelião cívico-militar liderada pelo comandante Hugo Chávez (1954-2013).
A mobilização partirá da praça O’leary até o Quartel da Montanha, localizado no bairro 23 de janeiro, nesta cidade, com o objetivo de rememorar um dos fatos que consolidou a liberdade do povo venezuelano.

‘Estaremos concentrados para marchar a passo de vencedores pelas ruas de Caracas até chegar ao Quartel da Montanha, onde prestaremos homenagem a nosso comandante Chávez’, manifestou o vice-presidente de Mobilização do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Darío Vivas.

Contra bloqueios e agressões, a Venezuela comemora o Dia de a Dignidade Nacional, data em que se recorda a sublevação empreendida por um grupo de soldados, considerada o levantamento da voz do povo contra as políticas neoliberais do então presidente Carlos Andrés Pérez.

‘O dia 4 de fevereiro de 1992 marcou o fim de uma época escura imersa na miséria, atropelos, desaparecimentos e morte do povo venezuelano por parte dos governos da IV República’, enfatizou o primeiro vice-presidente do PSUV, Diosdado Cabello, durante seu programa ?Con el Mazo Dando’ (Batendo com o macete, em espanhol).

Nesse sentido, recordou a convicção e o compromisso dos soldados patriotas sob comando do comandante Chávez para defender a Revolução bolivariana.

Cabello destacou o contraste dessa determinação com a conduta servil da ultra-direita venezuelana, que recebe financiamento do governo dos Estados Unidos em suas pretensões de derrocar o governo venezuelano.

De acordo com Vivas, a mobilização desta terça-feira constitui um reconhecimento àqueles compatriotas que participaram na consolidação da Revolução bolivariana.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS