15.5 C
Brasília
terça-feira, 11 junho, 2024

PF prepara lista para pedir à Argentina extradição de envolvidos nos atos do 8 de Janeiro

© Folhapress / Fotoarena / Ton Molina

Sputnik – A Polícia Federal (PF) prepara uma lista para enviar à Argentina com nomes de envolvidos nos ataques antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, em Brasília, que estão no país vizinho.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, a relação conta com mais de 60 nomes de pessoas que são consideradas foragidas pela PF. O documento deve ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que sejam iniciados os processos de extradição.
Ainda conforme a mídia, os investigadores teriam informações de que alguns dos procurados que estão no país presidido por Javier Milei solicitaram refúgio à Argentina, o que também motivou o pedido de extradição.
A reportagem conta que “os pedidos devem ser embasados com o material colhido pela PF durante as investigações que miram os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”.
O vice-presidente Geraldo Alckmin discursa durante evento em que anunciou R$ 125 bilhões em investimentos no setor automobilístico do Brasil até 2028. São Paulo, 12 de abril de 2024 - Sputnik Brasil, 1920, 06.06.2024

Panorama internacional

Alckmin na China: yuan chinês é peça para expandir mercado de capital brasileiro, dizem analistas

Todas as pessoas citadas pela Polícia Federal que estão no país vizinho são alvo da operação Lesa Pátria.
Na quinta-feira (6), a PF realizou mais uma fase da operação, com o objetivo de capturar foragidos. Ao longo de 27 fases, a Lesa Pátria realizou centenas de prisões contra vândalos, financiadores, autoridades omissas e incitadores dos crimes realizados na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS