14.5 C
Brasília
quinta-feira, 18 julho, 2024

Pesquisa mostra resultado eleitoral incerto no Uruguai

Montevidéu, 13 de junho (Prensa Latina) A Frente Ampla (FA) mantém hoje uma vantagem antes das eleições presidenciais de outubro no Uruguai, mas a empresa Opción Consultores dá uma chance à coalizão governamental.

A sua última pesquisa dá 42 por cento à FA e lidera a coligação por apenas três pontos percentuais (39 por cento).

Isso se deve à soma do Partido Nacional (PN), Partido Colorado (PC), Cabildo Abierto (CA), Partido Independente (PI) e outros.

Mas segundo Opción, quando a pesquisa pergunta sobre os candidatos presidenciais, a Frente permanece com a mesma percentagem e o partido no poder sobe para 47 por cento, ao mesmo tempo que acrescenta que os partidos da aliança oficial crescem de forma desigual.

O PN sobe quatro pontos e mantém o maior peso, CA e PI melhoram dois pontos percentuais e os Colorados permanecem iguais, segundo o relatório.

“Embora a intenção de voto estritamente partidária mostre que a FA está melhor posicionada para aceder à maioria parlamentar e triunfar numa segunda volta, as medições por candidato e partido melhoram as hipóteses da coligação”, conclui o parecer.

Até agora, as sondagens colocam o candidato da Frente Ampla, Yamandú Orsi, à frente do candidato do Partido Nacional, o ex-secretário da Presidência Álvaro Delgado.

O mesmo instituto de pesquisas reportou outra medida em que concede 50 por cento de aprovação à gestão do presidente Luis Lacalle Pou, apesar de vários escândalos em torno da sua administração.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS