24.5 C
Brasília
sexta-feira, 21 junho, 2024

ONU alerta: Uma criança é assassinada a cada 10 minutos em Gaza

HispanTV- A Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinianos (UNRWA) afirma que uma criança palestina é assassinada a cada dez minutos na Faixa de Gaza.

Em nota publicada nesta segunda-feira na   rede social

“ A proteção dos civis durante estes conflitos não é um desejo ou um objetivo ideal, mas sim um dever e um compromisso comum com a humanidade ”, destacou.

Desta forma, a UNRWA destacou a necessidade de proteger os civis onde quer que estejam.

Enquanto o mundo denuncia que Israel comete genocídio em Gaza, um porta-voz da Casa Branca recusa-se a classificar como tal a morte de 10.000 palestinianos num mês.

Segundo o Ministério da Saúde palestino, desde o início dos ataques indiscriminados de Israel a Gaza, em 7 de outubro, 10.022 palestinos foram mortos , dos quais 4.104 são crianças. Além disso, 25 mil pessoas ficaram feridas, a maioria das quais também são crianças. O Ministério da Saúde palestino registou 2.350 casos desaparecidos, dos quais quase 1.300 são crianças. 

Neste sentido, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou que a Faixa de Gaza está a tornar-se um cemitério de crianças e que o pesadelo de Gaza é mais do que uma crise humanitária.

No dia 30 de outubro, o Fundo das Nações Unidas para a Infância ( UNICEF) afirmou , por sua vez, que a Faixa de Gaza está a tornar-se um cemitério infantil.

As crianças na Faixa de Gaza não estão apenas a morrer devido aos bombardeamentos israelitas, mas também devido à falta dos cuidados de saúde necessários devido ao bloqueio desumano imposto pelo regime de ocupação contra o enclave costeiro.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS