20.5 C
Brasília
terça-feira, 5 março, 2024

O voo direto inaugural da Conviasa partiu entre Venezuela e Argélia

Caracas, 21 jan (Prensa Latina) A companhia aérea de bandeira venezuelana, Conviasa, iniciou hoje seu voo inaugural direto para a capital da Argélia, Argel, ampliando assim a conexão internacional para diversos destinos ao redor do mundo.

Do aeroporto internacional Simón Bolívar, em Maiquetía, no estado de La Guaira, a aeronave partiu com uma delegação de mais de cem pessoas, incluindo vários ministros venezuelanos de setores estratégicos.

O chefe da Agricultura Produtiva e Terras Wilmar Castro, que preside a delegação, explicou que esta fuga se concretiza depois de mais de sete anos de negociações administrativas, políticas e de acordos entre as autoridades da República Bolivariana e do país norte-africano.

Fez notar que na delegação as pessoas também viajaram para outros destinos para realizar atividades comerciais, estudantis e educativas.

Entre as representações oficiais mencionou os ministros Juan Carlos Loyo, da Pesca e Aquicultura; Alí Padrón, do Turismo; e Johann Carlos Álvarez, vice-ministro do Comércio Exterior, que “continuará a avançar com o país irmão da Argélia”, indicou.

Agradeceu o trabalho da comissão de alto nível que gere as relações comerciais, políticas e sociais com a Argélia, e do chefe dos Transportes, Ramón Velázquez, por “tornar este voo possível”.

Além disso, disse, aos presidentes Nicolás Maduro e ao seu homólogo argelino, Abdelmadjid Tebboune, que pediram para acelerar este processo.

Velázquez, por sua vez, disse estar muito feliz com o início deste voo, que representa o número 14 na ligação internacional da Conviasa.

Salientou que no ano passado o crescimento daquela companhia aérea superou as expectativas, tal como o sector aéreo, que cresceu 21 por cento em todas as rotas nacionais e internacionais, enquanto o número de passageiros transportados dentro e fora aumentou 13 por cento.

Referindo-se às projeções mais imediatas, o também presidente da Conviasa anunciou um crescimento de 25 por cento da empresa e deverá transportar quase cinco milhões de passageiros em 2024.

São números positivos que o Ministério projeta para o setor aéreo e “continuar conectando os venezuelanos com o mundo e dentro do país”, afirmou.

Anunciou que na Argélia farão alianças com outras companhias aéreas daquele país para conectar passageiros com o Médio Oriente, Europa e África.

O ministro dos Transportes venezuelano informou que os voos com a Argélia começam com frequência semanal, mas tudo indica que o destino terá frequência diária, disse.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS