21.5 C
Brasília
quinta-feira, 23 maio, 2024

O RECANTO DOS CRETINOS

– Obrigado, cretinos, por mostrarem, uma vez mais e de modo especialmente claro, vosso verdadeiro porte moral e político

por Carlo Frabetti

No Museu da Revolução, em Havana, há um mural no qual, sob o rótulo RECANTO DOS CRETINOS, aparecem as caricaturas em tamanho natural de Batista, Reagan, Bush e alguns outros destacados inimigos da Cuba revolucionária (passe a redundância, uma vez que não há outra). Nos cartazes que os acompanham ironicamente dão-lhes agradecimentos porque, com sua brutalidade e estupidez, mostraram com especial clareza aos cubanos e aos demais povos do mundo o verdadeiro rosto do capitalismo, contribuindo com isso para consolidar o processo revolucionário.

Neste outro recanto dos cretinos que é a esquina sul ocidental da Europa, também temos de agradecer a uns tantos deles que puseram a sua cretinice ao serviço da tomada de consciência e da transformação social.

Damos portanto agradecimentos ao Governo de Rajoy e aos seus títeres jurídicos por manipular a lei para tentar – em vão – silenciar o povo soberano da Catalunha. Obrigado, cretinos, por mostrarem, uma vez mais e de modo especialmente claro, vosso verdadeiro porte moral e político, vosso desprezo tal para com esse mesmo Estado de direito que dizem defender. Obrigado por recordar-nos que sois os herdeiros de Fraga e Aznar, de Franco e Millán Astray, dos Reis Católicos e da Inquisição.

Obrigado, Rivera e Arrimadas, por nos advertirem de que não só os velhos com caspa e as damas do Opus mantêm vivo o legado do franquismo.

Obrigado, Sánchez e Iceta, por confirmar que sois os girinos de González, Guerra, Barrionuevo, Corcuera…, ou seja, da traição e do terrorismo de Estado.

Obrigado, ABC, El Mundo, El País, La Razón, TVE…, por uma publicidade gratuita (em ambos os sentidos de termo) que deu a conhecer as reivindicações do povo catalão numa medida muito maior da que teríamos podido imaginar nas nossas previsões mais optimistas. Obrigado por uma mentiras, tergiversações e injúrias que, vindo de quem vem, nos reafirmam e nos fortalecem.

Obrigado, firmantes dos manifestos dos “intelectuais de esquerdas”, por nos haverem fornecido uma lista extensa e actualizada de impostores, oportunistas e ventres agradecidos.

Obrigado, Joan Manuel Serrat, por proclamar que és tão democrata, tão progressista e tão honrado quanto o teu amigo Felipe González.

Obrigado, cretinos, pusilânimes, indignos, embusteiros, caluniadores, demagogos, prepotentes, prevaricadores, mercenários, desertores, lacaios, irresponsáveis, corruptos, incontinentes, hipócritas, mesquinhos, ressabiados, servis… Obrigado por haver contribuído para que hoje o povo catalão esteja mais unidos do que nunca e a apenas um passo da independência e da república.

Nota: Este artigo é um recozinhado do que, com o título Gracias, cretinos, publiquei em 2009 na sequência dos ataques institucionais à candidatura de Iniciativa Internacionalista. Só tiver que mudar os nomes próprios (e não todos) e pouco mais. A história não se repete, mas a histeria sim: o poder repete sem cessar suas mentiras e atropelos, pelo que não há outro remédio senão repetir-se nas réplicas.

03/Outubro/2017

Ver também:

  • A guerra dos cruzeiros , César Príncipe

O original encontra-se em ppcc.lahaine.org/el-rincon-de-los-cretinos

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .

04/Out/17

ÚLTIMAS NOTÍCIAS