Brasília, 22 de maio de 2022 às 17:16
Selecione o Idioma:

Brasil

Postado em 22/01/2018 4:22

O banditismo midiático-judicial contra a família Lula

.

A Globo é uma coisa repugnante!

Escrito por , Postado em Redação

Será que nem a Globo, nem a Lava Jato, percebem como esse tipo de atitude, que visa elevar o nível de ódio já altíssimo nos setores idiotas da classe média, contribui para o fascismo? E que gera cada vez indignação e revolta contra o que muitos entendem como banditismo midiático-judicial?

Que autoridade tem a Lava Jato, que deveria investigar corrupção na Petrobras (ao invés de destruí-la), para investigar a família Lula?

Que raios de justiça é essa que ameaça as famílias pela mídia?

***

No Jornal GGN

A chantagem dos Marinho contra a família de Lula, por Ricardo Amaral

Por Ricardo Amaral

Não é preciso ler a matéria da Revista Época desta semana para entender o recado da capa. É uma chantagem da família Marinho contra Lula e sua família. Mais ou menos assim: se você for candidato, nós vamos usar a Lava Jato e os nossos jornalistas pistoleiros para perseguir seus filhos, noras, netos e bisnetos; não vamos deixar dona Marisa descansar em paz.

A Globo não perdoa Lula por ter sido o melhor presidente do Brasil de todos os tempos, por ter incluído o povo brasileiro na economia e no processo político como protagonista.

Estão desesperados, porque não há provas contra Lula na sentença de Moro e porque o povo quer Lula de volta. A possibilidade legal de Lula ser candidato, independentemente do resultado do julgamento de quarta-feira, não estava no roteiro. Os golpistas foram surpreendidos, quem diria?, pela lei eleitoral.

Provavelmente não contavam, tampouco, com a força política que Lula demonstra, nas caravanas, nos atos públicos, nas pesquisas eleitorais. Mas Lula e o PT não estavam mortos? Não tinham sido sepultados pelas manchetes, junto com os escombros da Constituição e da Justiça no golpe do impeachment?

A chantagem da Época não deixa de ser um reconhecimento da realidade: Lula está vivo no coração do povo brasileiro, será candidato e a Globo não conseguiu inventar um adversário à altura do desafio de enfrentá-lo nas urnas. Por isso recorrem novamente a investigações ilegais contra a família Lula.

Não vão parar com a perseguição enquanto Lula estiver no caminho ou até que o Brasil reconquiste a plena democracia. E por plenitude entenda-se a democratização dos meios de comunicação, rompendo o monopólio e garantindo o acesso de todos à informação. Liberdade de expressão é um direito coletivo, não pode continuar sendo um privilégio de poucos.

Comentários: