24.5 C
Brasília
quinta-feira, 13 junho, 2024

Número de palestinos mortos em ataques israelenses sobe para 13 mil

Crianças palestinas levadas para um hospital em Deir el-Balah, centro de Gaza, após ataque israelense. (Foto: AP)

HispanTV – O número de palestinos mortos nos brutais bombardeios do regime israelense contra a bloqueada Faixa de Gaza chega a 13 mil.

O Gabinete de Informação do Governo de Gaza anunciou este domingo que nos ataques israelitas contra a Faixa de Gaza cerca de 12.300 palestinianos, incluindo 5.500 crianças e 3.500 mulheres, perderam a vida.

Até agora, as violentas ofensivas israelitas custaram a vida a 201 profissionais de saúde, 22 equipas de resgate e 60 jornalistas.

Desde o início das suas agressões, o exército do regime sionista cometeu mais de 1.330 massacres e crimes graves no enclave costeiro palestiniano sitiado.

Atualmente, mais de 6 mil palestinos estão sob os escombros, dos quais mais de 4 mil são mulheres e crianças.

O número de feridos ultrapassou 30 mil, mais de 75% deles mulheres e crianças.

Esta declaração afirma que 97 centros e edifícios governamentais e 64 escolas foram bombardeados e destruídos e ficaram completamente fora de serviço.

Até agora, 83 mesquitas foram completamente destruídas, outras 166 foram danificadas e 3 igrejas foram bombardeadas.

O texto acrescenta que 43 mil unidades residenciais foram totalmente demolidas e outras 225 mil unidades foram danificadas.

Como resultado dos ataques dos ocupantes israelitas, 25 hospitais e 52 centros médicos foram colocados fora de serviço, 55 ambulâncias foram atacadas e inutilizadas, e dezenas de outros veículos foram inutilizados devido a bombardeamentos e falta de combustível.

Devido ao fracasso sofrido no campo de batalha contra os combatentes palestinianos, na sequência de uma poderosa operação relâmpago palestiniana chamada ‘ Tempestade Al-Aqsa ‘ em 7 de Outubro, o regime israelita, como sempre, recorreu à sua máquina de matar, lançando bombardeamentos indiscriminados contra Gaza Faixa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS