21.5 C
Brasília
quarta-feira, 12 junho, 2024

Nova gestão da Petrobrás segue entregando ativos, agora, os Polos Golfinho e Camarupim (ES)

Foto: Petrobrás

Campos de óleo e gás estão em águas profundas no pós-sal da Bacia do Espírito Santo

A Petrobrás anunciou nesta segunda-feira (28) que concluiu a transferência dos polos de Golfinho e Camarupim para a BW Energy. Os campos de óleo e gás estão em águas profundas no pós-sal da Bacia do Espírito Santo.

Com isso, a BW assume a operação dos ativos, que respondem por 6,6% da produção da Petrobrás no Espírito Santo.

A estatal recebeu um pagamento à vista de US$ 12,2 milhões, já com os ajustes contratuais. Esse valor se soma aos US$ 3 milhões pagos anteriormente durante a assinatura do contrato.

A Petrobrás ainda poderá receber até US$ 60 milhões em pagamentos futuros, que serão determinados com base nas cotações do Brent e no desenvolvimento dos ativos.

Polos Golfinho e Camarupim

O Polo Golfinho está localizado em lâmina d’água entre 1.300 m e 2.200 m, compreendendo os campos de Golfinho, produtor de óleo, e Canapu, produtor de gás não associado, e o bloco exploratório BM-ES-23.

O Polo Camarupim está localizado em lâmina d’água entre 100 m e 1.050 m, compreendendo os campos unitizados de Camarupim e Camarupim Norte, ambos de gás não associado.

A Petrobrás detinha 100% de participação nos conjuntos de concessões dos Polos Golfinho e Camarupim, com exceção do bloco exploratório BM-ES-23, em que possuía participação majoritária de 65%, em parceria com a Aquamarine Exploração Ltda (20%) e Inpex Petróleo Santos Ltda (15%).

A estatal era a operadora em todas as concessões. A produção total média do campo de Golfinho em julho de 2023 foi de 10,2 mil bpd de óleo e 114,6 mil m3/dia de gás. As demais áreas não se encontram em produção.

Fonte(s) / Referência(s):

EPBR

Jornalismo AEPET

ÚLTIMAS NOTÍCIAS