26.5 C
Brasília
terça-feira, 28 maio, 2024

Morales denuncia “guerra suja” contra o partido governista MAS

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales.

HispannTV – O ex-presidente boliviano, Evo Morales, denuncia uma “guerra suja” contra o partido governista Movimiento al Socialismo (MAS), após o roubo de seu telefone.

“Por responsabilidade, informamos ao nosso povo que está em andamento um plano para derrubar a direção nacional do MAS-IPSP com uma guerra suja, armações e falsas acusações nas redes sociais. Este ataque é realizado com a cumplicidade de alguns meios de comunicação de direita”, escreveu Morales em sua conta no Twitter na quinta-feira.

Morales denuncia campanha de guerra suja contra o governo de Arce
Da mesma forma, ele lembrou que os “golpistas neoliberais” realizaram inúmeros julgamentos, perseguições, ameaças e ataques contra a liderança do MAS.

Evo Morales acusa os EUA de promover o golpe de 2019
Nesse sentido, lembrando que foram expulsos do Parlamento por ordem da embaixada dos Estados Unidos com falsas acusações, destacou que o MAS está avançando e se fortalecendo apesar dos ataques da “direita interna e externa”.“Mas com o apoio do povo trabalhador e humilde, derrotamos esses ataques para refundar a Bolívia”, disse o ex-presidente indígena.

O ex-presidente boliviano de esquerda denunciou nesta segunda-feira o roubo de seu telefone celular, durante um evento de seu partido político realizado no domingo em uma cidade do departamento de Santa Cruz (leste), onde o ministro do Interior, Eduardo del Castillo , esteve presente.

Morales (2006-2019) já havia expressado sua crítica pública ao desempenho do ministro Del Castillo e seu partido MAS pediu a demissão do presidente Luis Arce.

Arce e Morales lideram marcha em ‘defesa da democracia’ na Bolívia

ÚLTIMAS NOTÍCIAS