22.5 C
Brasília
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024

Militantes de Daesh prometem fazer explodir pirâmides egípcias

© AFP 2016/ KHALED DESOUKI
Os terroristas do grupo Daesh (proibido na Rússia) divulgaram nesta terça (7) um vídeo que mostra a destruição do templo de Nabu, localizado na parte oriental da antiga cidade de Nimrud, no Iraque.

No final deste vídeo, o militante diz que os terroristas do Daesh estão planejando destruir outras edificações antigas, construídos por “infiéis”. Neste momento o vídeo apresenta as pirâmides do Egito.

As pirâmides do Egito
© FOTO: YOUTUBE
As pirâmides do Egito

A agência Sputnik teve acesso ao vídeo, mas por razões de não contribuição para a divulgação de propaganda islâmica, não o vai colocar no site.

O Estado Islâmico é um grupo terrorista proibido em uma série de países e que domina amplos territórios na Síria e no Iraque, pretendendo estender sua influência para o Norte da África.

Combatentes das forças governamentais do Iraque participam de operação contra Daesh nos arredores de Fallujah
© AFP 2016/ MOADH AL-DULAIMI

O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pelo Brasil) se autoproclamou um “califado global” em 29 de junho de 2014, se tornando imediatamente em uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecido como ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando um jihadista da tendência salafita, o jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana do Iraque em 2003, esta organização começou se fortalecendo até se transformar, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.

Leia mais:

http://br.sputniknews.com/mundo/20160608/4983132/daesh-piramides-egipcias.html#ixzz4AzkkUNC6

ÚLTIMAS NOTÍCIAS