21.5 C
Brasília
quarta-feira, 12 junho, 2024

Medidas em benefício de trabalhadores e aposentados são definidas na Argentina

Buenos Aires, 25 de agosto (Prensa Latina) O Ministério da Economia argentino definirá hoje um conjunto de medidas para recuperar o poder de compra dos trabalhadores e aposentados.

Segundo o chefe da pasta do Estado, Sergio Massa, as regulamentações terão como foco compensar os setores vulneráveis ​​e beneficiarão também as pequenas e médias empresas.

O candidato presidencial pela Unión por la Patria garantiu que as próximas ações terão como objetivo reduzir o impacto de uma desvalorização imposta pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Para Massa, a dívida de 56 mil 700 milhões de dólares contraída pelo ex-presidente Mauricio Macri com o FMI constitui um enorme estoque e uma hipoteca, com a qual é preciso conviver até que seja possível cancelá-la.

Recentemente, ele lembrou que esse dinheiro foi usado para fuga de capitais.

Por outro lado, criticou as tentativas da aliança de oposição Juntos por el Cambio de impedir o desenvolvimento das negociações da atual administração com o FMI.

Um estudo da Auditoria Geral deste país concluiu que o acordo firmado durante o mandato de Macri (2015-2019) foi marcado por violações das normas estabelecidas, não respeitou os critérios do processo de negociação e execução e levou ao maior comprometimento dos esta nação com esse corpo.

Este é o maior montante aprovado na história da Argentina e do FMI e representa 127 vezes a capacidade de endividamento deste país com aquela entidade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS