21.5 C
Brasília
domingo, 23 junho, 2024

 Mais de 32 mil deslocados internos pela violência no Haiti

© AP Photo / Odelyn Joseph (Sputnik)

Porto Príncipe, 26 set (Prensa Latina) O número de deslocados internos devido à nova onda de violência no Haiti aumentou para 32.045, segundo um relatório  disponível da Direção de Proteção Civil (DPC).

As vítimas refugiaram-se em 45 locais, muitos dos quais não dispõem de serviços adequados, reconheceu a agência.

A entidade analisou movimentos internos de 18 a 25 de setembro e registrou 28.286 deslocados do Carrefour Feuilles, Savane Pistache e arredores, além de outros 3.759 do município de Tabarre, ao norte da capital.

Durante várias semanas, estas áreas foram atacadas por grupos armados que tentavam controlar a área, e organizações de direitos humanos relataram que o número de mortes como resultado destes atos ultrapassa uma centena.

“A violência armada em vários bairros da região metropolitana tem obrigado cada vez mais moradores a buscarem refúgio em escolas, praças públicas e igrejas, entre outros locais. Eles estão amontoados em 45 lugares para salvar suas vidas, privados de tudo”, lamentou a DPC.

Por seu lado, o Ministério da Educação revelou recentemente que pelo menos 26 escolas públicas e privadas são atualmente abrigos para quem teve de abandonar as suas casas, e identificou 3.889 alunos e 294 professores nessa situação.

Neste contexto, a Proteção Civil incentivou as autoridades a mobilizar os recursos necessários para ajudar as pessoas vulneráveis ​​e continuar as atividades de resposta.

Da mesma forma, destacou que é urgente disponibilizar aos deslocados refeições quentes, água potável, kits de higiene e saneamento, lonas, colchões e cobertores, entre outros bens.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS