24.5 C
Brasília
domingo, 19 maio, 2024

Ligações culturais Cuba e México serão foco do Programa Ibermemoria

Havana (Prensa Latina) Pesquisadores de Cuba e México compartilharam nesta quinta (16) os laços culturais de ambos os países através de palestras, a respeito da VI Reunião do Conselho Intergovernamental do Programa Ibermemory Sound and Audiovisual que está acontecendo aqui.

O presidente do evento e diretor geral da Biblioteca Nacional do Som do México, Pavel Granados, é o responsável pela abertura do encontro com seu jornal El bolero en México: las traces de Cuba.

Em seguida, a musicóloga e pesquisadora cubana Lea Cárdenas intervirá para falar sobre a preparação do arquivo conjunto para a declaração do bolero Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Em nome do Conselho Nacional do Património Cultural da ilha, Cárdenas falará com um ritmo de bolero… Passado e presente de um diálogo entre culturas, para referir o valor do género nas duas nações.

A intervenção dos especialistas terá lugar na Sala Che Guevara do Instituto Cubano de Rádio e Televisão e a conferência chama-se A herança que nos une, em referência à sonoridade que excelentes compositores e intérpretes têm nesta terra.

Em 24 de agosto, o bolero alcançou a distinção de Patrimônio Imaterial da Nação Cubana, justamente no 102º aniversário do nascimento do ilustre vocalista Benny Moré e Luis Marquetti, conhecido como um gigante adorador desse ritmo.

A iniciativa do Programa Ibermemória Sonora e Audiovisual surgiu na XXIII Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo realizada no Panamá em 2013 e adquiriu esta categoria um ano depois na edição de Veracruz.

Argentina, Colômbia, Costa Rica, Cuba, México, Nicarágua e Panamá são os países membros da iniciativa que busca “implementar modelos integrais de preservação de documentos sonoros audiovisuais que fazem parte do patrimônio imaterial dos países ibero-americanos”.

Baseado em uma política de respeito e cooperação, o projeto reconhece a diversidade, particularidades, necessidades e demandas de cada região e trabalha com o resgate e preservação de seus arquivos sonoros e audiovisuais; bem como a sua promoção e utilização educativa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS