26.5 C
Brasília
segunda-feira, 27 maio, 2024

LÍDERES LATINO-AMERICANO PEDEM QUE CIRO RENUNCIE EM FAVOR DE LULA

O ex-presidente do Brasil, Lula da Silva (à direita), e o candidato presidencial, Ciro Gomes, 29 de outubro de 2020.

HispanTV = Líderes latino-americanos pedem ao esquerdista Ciro Gomes que renuncie à sua candidatura presidencial em apoio a Lula da Silva nas eleições no Brasil.

“Ainda há tempo de reparar seu erro, companheiro Ciro. Dirija-se agora mesmo aos seus seguidores e diga-lhes que a urgência da luta contra o fascismo não lhes deixa outra opção a não ser apoiar a candidatura presidencial de Lula”, diz parte da carta aberta dirigida a Ciro Gomes, candidato do Partido Trabalhista Brasileiro (PDT). ), e assinado por políticos de esquerda de vários países da América Latina.

Publicada nesta quarta-feira, a carta indicava que a renúncia de Ciro Gomes será um ponto de reflexão histórica, pois a escolha fundamental não será entre o atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o candidato de esquerda, Lula da Silva, mas entre o fascismo. e democracia.

Os líderes da América Latina elogiaram os esforços de Ciro Gomes em sua luta pelas causas do povo brasileiro, ainda assim exigiram que ele recuasse, pois na opinião deles sua candidatura às eleições presidenciais no Brasil dispersaria as forças, enfraquece a força do bloco antifascista, facilita a vitória de Bolsonaro e, eventualmente, abre caminho para um novo golpe.

Bolsonaro convoca comícios militaristas em meio a temores de golpe

Todo Brasil contra Bolsonaro: Denuncian que abusa de poder político | HISPANTVTodo o Brasil contra Bolsonaro: denunciam que ele abusa do poder político | HISPANTV

Lula da Silva cobra duramente o presidente Bolsonaro por abuso de poder e aproveitamento dos feriados nacionais do Brasil em favor de sua campanha presidencial.

Entre os signatários estão o ex-presidente equatoriano Rafael Correa, o prêmio Nobel da Paz argentino Adolfo Pérez Esquivel, o ex-vice-presidente argentino Amado Boudou, a senadora colombiana Piedad Córdoba, o ex-ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana Taborga, o o ex-ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Jorge Lara Castro e o cineasta colombiano, Hernando Calvo Ospina.

Gomes aparece em terceiro lugar nas pesquisas de opinião que antecedem as eleições presidenciais de 2 de outubro, com cerca de 7% de intenção de voto.

Lula da Silva, ex-presidente e candidato do Partido dos Trabalhadores, reúne, semana após semana, mais apoios. De acordo com o último levantamento do Instituto Ipec, encomendado pela Rede Globo, Lula tem uma vantagem de 16 pontos percentuais sobre Bolsonaro e alcançaria 47% de apoio dos eleitores, ante 31% de seu rival.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS