28.5 C
Brasília
quarta-feira, 28 fevereiro, 2024

Israel propõe trégua de 2 meses ao Hamas por libertação de reféns, diz mídia

© AP Photo / Ariel Schalit

Sputnik – Israel, através de mediadores, ofereceu ao Hamas uma pausa de dois meses nos combates na Faixa de Gaza em troca da libertação de todos os reféns no enclave, informa o portal de notícias Axios.

Segundo o veículo de comunicação, a proposta, entregue por mediadores catarianos e egípcios, faz parte de um acordo em várias fases.
Embora não encerre a guerra, o portal classifica o feito como a representação de um período mais longo de cessar-fogo oferecido por Israel ao Hamas desde o início do conflito.
Soldados israelenses após ataque que localizou uma extensa rede de túneis usada pelo Hamas. Faixa de Gaza, 15 de dezembro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 21.01.2024

Panorama internacional

Conselheiro da Casa Branca planeja visitar o Egito e Catar para discutir Faixa de Gaza

Conflito longo

ofensiva israelense contra o grupo palestino na Faixa de Gaza já ultrapassa quatro meses, com mais de 26 mil mortos, sendo mais de 23 mil apenas do lado palestino — 70% mulheres e crianças — e mais de 60 mil feridos.
Em 24 de novembro de 2023, o Catar mediou um acordo entre Israel e o Hamas sobre uma trégua temporária e a troca de alguns dos prisioneiros e reféns, bem como a entrega de ajuda humanitária à Faixa de Gaza. O cessar-fogo foi prorrogado várias vezes e expirou em 1º de dezembro de 2023.
Palestinos evacuam um prédio atingido por bombardeio israelense na cidade de Rafah. Faixa de Gaza, 22 de outubro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 20.01.2024

Panorama internacional

‘Não podemos esperar mais 100 dias’: Emirados Árabes pedem aos EUA apoio para o cessar-fogo em Gaza

primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu encerrar a guerra na Faixa de Gaza apenas quando os membros do Hamas fossem mortos. Já a comunidade internacional denuncia que não há “clareza” nos objetivos do governo.

Netanyahu declarou a um veículo de imprensa local no último domingo (21) que já foram libertados 110 reféns, e descartou qualquer cessar-fogo nas hostilidades com o Hamas no território de Gaza.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS