26.5 C
Brasília
segunda-feira, 20 maio, 2024

Israel prendeu mais de 3.800 palestinos de janeiro a junho de 2022

Ramallah (Prensa Latina) As forças de segurança israelenses prenderam 3.873 palestinos no primeiro semestre de 2022, denunciaram nesta sexta (08) quatro organizações não governamentais em comunicado conjunto.

Somente em junho, 464 pessoas foram detidas nos territórios ocupados, incluindo 70 menores e 18 mulheres, especificaram.

O documento foi produzido pela Comissão de Prisioneiros e Ex-prisioneiros, a Sociedade Palestina de Prisioneiros, a Associação de Direitos Humanos e Apoio aos Prisioneiros Addameer e o Centro de Informações de Wadi Hilweh.

Eles destacaram que atualmente 4.650 palestinos estão presos em prisões israelenses.

Um relatório recente dessas quatro ONGs revelou que, de junho do ano passado até o mesmo mês de 2022, as tropas de Tel Aviv detiveram 9.700 palestinos, incluindo 154 mulheres e 1.417 menores.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS