21.5 C
Brasília
quarta-feira, 12 junho, 2024

Israel matou 185 palestinos e feriu mais de 6.000 em sete meses

Ramallah, 29 jul (Prensa Latina) As forças de segurança e colonos israelenses mataram 185 palestinos e feriram 6.570 desde o início do ano, denunciou hoje uma instituição da ONU.

Em seu relatório quinzenal, o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) especificou que 154 pessoas perderam a vida na Cisjordânia e o restante na Faixa de Gaza.

Ele explicou que nesses sete meses, 25 israelenses também morreram e outros 169 ficaram feridos.

Até agora neste ano, a nação vizinha demoliu ou forçou os palestinos a derrubar 542 estruturas na Cisjordânia, 141 delas na Jerusalém Oriental ocupada, disse o relatório. Como resultado, 940 cidadãos foram deslocados de suas terras e casas, acrescentou a instituição.

OCHA relatou 581 ataques a colonos israelenses desde o início de 2023, 149 dos quais resultaram em mortes ou feridos.

Nesse período, mais de dois mil palestinos foram presos na Cisjordânia e em Jerusalém, enquanto 28 incursões militares foram registradas na Faixa de Gaza, onde vivem mais de dois milhões de pessoas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS