20.5 C
Brasília
sábado, 20 abril, 2024

Israel mata 17 palestinos na fila de ajuda

Palestinos esperam por comida em Rafah, no sul de Gaza. (Foto: Getty Images)

HispanTV – Pelo menos 17 palestinianos foram mortos num outro “massacre da farinha”, nomeadamente um ataque israelita a pessoas que esperavam obter ajuda humanitária em Gaza.

O trágico incidente ocorreu na tarde de sábado na rotunda do Kuwait, no bairro de Al-Zaytoun, a sudeste da cidade de Gaza, onde a artilharia israelita abriu fogo contra dezenas de residentes que se tinham reunido para aguardar a entrega da tão necessária ajuda humanitária, tal como relatado pela agência de notícias palestina SAMA , detalhando que o ataque deixou pelo menos 17 mortos e outros 30 feridos.

Testemunhas afirmaram que as forças israelitas impediram as equipas médicas de transportar todos os corpos e feridos e que os corpos ainda estão espalhados pelas ruas.

A Rotunda do Kuwait, na Cidade de Gaza, é o local de entrega designado para a ajuda das Nações Unidas destinada ao norte da Faixa. Nas últimas semanas, o local tem sido palco de repetidos massacres levados a cabo pelas forças israelitas contra palestinianos que aguardavam a chegada de camiões de abastecimento de emergência no meio da fome generalizada no enclave.

Sete palestinos morreram devido a balas disparadas por tropas israelenses contra um grupo de pessoas que esperavam para receber alimentos em Gaza.

Mais de 32.700 civis palestinianos, na sua maioria mulheres e crianças, perderam a vida como resultado da implacável ofensiva militar israelita contra a Faixa de Gaza, que começou em Outubro. Embora Israel afirme que o conflito visa supostamente destruir o movimento de resistência HAMAS, o assassinato deliberado de civis e a destruição generalizada de casas e infra-estruturas no enclave mostram que o objectivo é lançar a limpeza étnica contra o povo palestiniano.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS