23.5 C
Brasília
quarta-feira, 22 maio, 2024

Israel acusado de tratamento desumano de prisioneiros palestinos

Ramallah (Prensa Latina) A Comissão para Assuntos de Prisioneiros e Ex-Reclusos denunciou hoje o estado de saúde de muitos palestinos detidos em prisões israelenses e o tratamento desumano que recebem.

A instituição disse em comunicado que as condições precárias foram verificadas por um advogado da comissão que visitou o Hospital Prisional de Ramle.

Muitos presos doentes sofrem com a negligência das autoridades penitenciárias e com a demora no atendimento, ou são submetidos a experimentos nesses centros, afirma o texto.

A agência recentemente expressou preocupação com o aumento do número de casos, especialmente aqueles que sofrem de câncer e tumores em graus variados.

Ele também alertou que membros do serviço penitenciário israelense realizam sistematicamente atos de violência física e psicológica contra prisioneiros palestinos.

De acordo com o Centro Palestino de Estudos sobre Prisioneiros,

Dos 700 detidos com problemas de saúde nas prisões israelenses, cerca de 160 sofrem de doenças crônicas como câncer, insuficiência renal e cardíaca, atrofia muscular e artérias obstruídas e diabetes.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS