21.5 C
Brasília
sábado, 22 junho, 2024

‘Guiana chupa nossas riquezas de canudinho’, diz Silveira sobre petróleo na Margem Equatorial

© Isabela Castilho

Sputnik – O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, declarou nesta segunda-feira (27) que enquanto o Brasil discute a exploração de petróleo na Margem Equatorial, a Guiana vem extraindo o mineral na região que deveria ser explorada pelos brasileiros.

“Nossos irmãos da Guiana estão chupando de canudo as riquezas do Brasil, estão explorando a divisa, em um bloco adquirido no governo Dilma”, disse segundo a Folha de S.Paulo, em declarações à imprensa após a abertura da terceira reunião do grupo de trabalho de transições energéticas do G20, em Belo Horizonte.

O ministro acrescentou que o governo deve respeitar os contratos, mas que “é direito do povo brasileiro conhecer as suas riquezas”.
Silveira afirmou ainda que é a favor da exploração de petróleo pela Petrobras da chamada Margem Equatorial, zona de alto-mar, onde há possibilidade de existir jazidas importantes.
Além disso, o ministro também afirmou ser favorável à governança global para tratar a transição energética, mas pontuou que é necessário fazê-la respeitando a paz e a prosperidade, a fim de alcançar um equilíbrio entre os interesses conflitantes no mercado mundial de energia.

“Mineiro não pode demonizar a mineração. É preciso nióbio [metal utilizado na indústria] para a transição, mas como fazer é o desafio. Porque o processo de extração e produção tem que ser seguro. As empresas não podem fazer como elas querem.”

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), órgão técnico dependente do Ministério do Ambiente, recomendou no ano passado que a exploração petrolífera naquela área fosse rejeitada devido aos riscos para a biodiversidade, decisão esta que causou divisão no governo.
chefe da pasta de Minas e Energia também criticou as ações “dogmáticas” de setores que “representam obstáculos ao desenvolvimento nacional”.
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião ministerial, no Palácio do Planalto. Brasília, 20 de dezembro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 28.02.2024

Notícias do Brasil

Influência regional e petróleo: as razões de Lula para mediar tensão entre Venezuela e Guiana

Da mesma forma, confirmou que a nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, também é a favor da exploração de petróleo na Margem Equatorial e que os dois permanecem em harmonia nessa questão.
A Guiana foi o primeiro país a descobrir petróleo nesta parte do Atlântico, em 2015, com a ajuda da petrolífera americana ExxonMobil.

Desde então, tornou-se uma das economias que mais cresce no mundo: em 2023, seu produto interno bruto (PIB) aumentou 37%, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS