21.5 C
Brasília
domingo, 23 junho, 2024

Grupo Samba pra Rua realiza show dia 30 de setembro “Cantando para os Erês”

Foto: Andre Futuôso

Show em homenagem aos Ibejis marca a abertura da segunda temporada do Grupo que acaba de lançar seu primeiro single e está em fase de financiamento coletivo para gravação do álbum

O grupo Samba pra Rua (@sambaprarua) se apresenta dia 30 de setembro (sábado), em homenagem aos festejos dos Ibejis, levando toda a energia e pluralidade do gênero samba, em sua segunda temporada com a roda “Cantando para os Erês”. O evento acontece no Centro Educacional Gira Girou (Rua Guillard Muniz, 680 – Pituba), a partir das 16h, e conta com a participação da cantora mirim Duda Lôbo, que participou do The Voice Kids 2022. Os ingressos estão disponíveis no sympla e custam R$ 25. Crianças até 12 anos tem entrada livre.

Em ritmo de festa, com a força da batida percussiva e regado por ancestralidade, o evento também servirá o tradicional caruru (vendido no local) e tem previsão de ir até às 21h. O Grupo Samba pra Rua apresenta um repertório que vai do samba carioca, passando pelo samba do recôncavo baiano, o samba duro e os batuques dos blocos afros, incluindo canções de sambistas consagrados como Zeca Pagodinho, Dona Ivone Lara, Nelson Rufino, Riachão, Nega Duda, Xandy de Pilares, Leci Brandão, Péricles, Ilê, Olodum e Apalaches, além de apresentar músicas autorais

Idealizado por Ana Flauzina, artista, compositora e professora da Faculdade de Educação da UFBA, o Samba pra Rua nasceu em maio de 2022 no Pelourinho e tem circulado pela cidade reavivando a cultura das rodas de samba. “Consideramos importante recuperar a vivência do samba como espaço de encontro geracional e social, promover as possibilidades de trocas entre pessoas de diferentes faixas etárias e condições socioeconômicas e garantir o acesso ao lazer”, destaca Ana Flauzina.

A partir da demanda de um público crescente, o grupo acaba de lançar seu primeiro single autoral também chamado “Samba pra Rua”, que conta com a participação do cantor Aloisio Menezes. A música já está disponível nas plataformas digitais. Com o objetivo de evidenciar artistas locais e notadamente mulheres negras, o grupo Samba pra Rua é formado por Aisha Araújo, Geovana Franco, Deyse Ramos e Andreia Azevedo, Ruan de Souza, Mestre Mário Pam e Sérgio Pam.

Financiamento coletivo para gravação do álbum

O grupo “Samba pra Rua” está em fase de captação de recursos através de uma campanha de financiamento coletivo para gravação do seu primeiro álbum. Qualquer pessoa pode contribuir a partir de R$30, através do site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/samba-pra-rua-gravacao-de-musicas

“O nosso projeto é todo realizado de forma independente, mas conquistamos um público que nos acompanha e tem crescido. Com a gravação das músicas temos a oportunidade de chegar em cada vez mais pessoas e manter viva a cultura das rodas de samba ”, destaca Ana Flauzina.

SERVIÇO

Samba pra Rua “Cantando para os Erês”

30 de setembro (sábado)

Das 16h às 21h

Centro Educacional Gira Girou (Rua Guillard Muniz, 680 – Pituba),

Ingresso único: R$ 25,00.

Crianças até 12 anos não pagam.

Venda: Sympla

Acompanhe em:@sambaprarua

ÚLTIMAS NOTÍCIAS