20.5 C
Brasília
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024

Gripe aviária se espalha para outras províncias do Equador

Quito, 27 de novembro (Prensa Latina) O Ministério do Meio Ambiente do Equador ativou hoje protocolos de vigilância na província de Manabí após detectar um surto de gripe aviária no Manguezal La Boca. A Pasta do Estado informou que continuam monitorando e coletando amostras dos animais mortos, enquanto biólogos, veterinários e demais técnicos da instituição trabalham na disposição final das aves.

Por meio de comunicado, a entidade anunciou que foram criados grupos de trabalho interinstitucionais para enfrentar a situação, com a participação do Ministério da Saúde, Agrocalidad, autoridades municipais, prefeituras, entre outras entidades.

No dia 11 de novembro também foram detectados surtos desta doença no Refúgio de Vida Silvestre El Morro Manglares, nas províncias de Guayas, Tungurahua e nas Ilhas Galápagos.

Nesta segunda-feira, o órgão ambiental informou que no refúgio de vida selvagem El Morro foram encontradas seis mil aves mortas no local, principalmente aquelas pertencentes às espécies de colônias de fragatas.

Lá vive uma colônia de 35 mil fragatas, gênero de aves suliformes também conhecidas como rabihorcados, e que é considerado o maior do Pacífico sul-americano.

A visita às colônias de fragatas é uma das principais atividades turísticas de El Morro, por isso o Ministério restringiu o acesso a esse setor e ordenou o estabelecimento de protocolos de biossegurança nos barcos e no pessoal que trabalha nas proximidades da área.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS