17.5 C
Brasília
terça-feira, 18 junho, 2024

Forças russas eliminam último navio de guerra da Ucrânia no porto de Odessa

© Sputnik / Igor Maslov

Sputnik – No dia 29 de maio, as forças russas eliminaram o último navio de guerra da Marinha ucraniana no porto de Odessa, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

Em 29 de maio deste ano, a Força Aeroespacial da Rússia destruiu, com uma arma de alta precisão, o último navio de guerra ucraniano, o Yuri Olefirenko, no porto de Odessa, informou nesta quarta-feira (31) o tenente-general Igor Konashenkov, representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia.
Na direção de Kupyansk, foram eliminados até 70 combatentes ucranianos.
As tropas de assalto da 5ª brigada motorizada da força especial Akhmat estão realizando com sucesso as ações ofensivas na direção de Maryinka, segundo o Ministro da Defesa da Rússia.
Ainda em Krasny Liman, as forças russas eliminaram mais de 50 militares do regime de Kiev.
Nas últimas 24 horas, os sistemas de defesa da Rússia abateram 12 foguetes de lançadores Himars e um míssil de cruzeiro de longo alcance Storm Shadow.
No último dia, as Forças Armadas da Ucrânia perderam na direção de Donetsk mais de 200 combatentes e 18 equipamentos militares, informou a entidade de Defesa russa. Ressalta-se que na referida direção foram eliminados três veículos de combate blindados, 12 carros, um obuseiro D-30 e dois veículos de combate Grad.
Nas direções do sul de Donetsk e Zaporozhie, o agrupamento de tropas Vostok (Leste) da Rússia eliminou até 185 militares ucranianos, seis equipamentos militares e dois depósitos de munições, comunicou o ministério russo nesta quarta-feira (31).
A artilharia e aviação das forças russas atingiram um posto de comando de brigada mecanizada ucraniana na região de Zaporozhie e eliminaram o posto de comando e observação do batalhão de assalto Skala perto de Avdeevka na República Popular de Donetsk (RPD).
Destaca-se que a aviação tático-operacional e do Exército, tropas de mísseis e artilharia das Forças Armadas da Rússia nas últimas 24 horas atingiram 103 unidades de artilharia em posições de fogo, combatentes e equipamentos militares em 149 áreas.
O presidente russo, Vladimir Putin, em uma exposição dedicada à economia criativa - Sputnik Brasil, 1920, 30.05.2023

Operação militar especial russa

Putin confirma que forças russas atingiram a sede da inteligência militar da Ucrânia

O comunicado da Defesa russa informa que combates ferozes na direção de Donetsk se desenrolam na área de Avdeevka, com unidades do Exército ucraniano sendo derrubadas de várias posições ocupadas na área de Krasnogorovka e Yasinovataya.
Por sua vez, a aviação também atingiu unidades das forças ucranianas na área de Avdeevka no povoado de Khimik. Além disso, foi destruído um depósito de mísseis e armamento de artilharia da 110ª brigada mecanizada dos militares ucranianos.

As Forças Armadas da Rússia prosseguem a operação militar especial na Ucrânia, anunciada pelo presidente russo Vladimir Putin em 24 de fevereiro de 2022. Segundo o chefe de Estado da Rússia, entre os objetivos principais da operação lançada estão a “desmilitarização e desnazificação” do país vizinho.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS