23.5 C
Brasília
sábado, 22 junho, 2024

Forças israelenses marcam rosto palestino com ‘estrela de David’

O rosto de um palestino marcado com uma “Estrela de David” pelas forças israelenses.

As forças israelenses espancaram brutalmente um palestino durante sua prisão e acertaram uma estrela de David em seu rosto.

HispanTV- De acordo com relatos da mídia hebraica, esta semana, um homem palestino, acusado de tráfico de drogas em um campo de refugiados no leste de Al-Quds ocupado, foi espancado por mais de pelo menos 16 soldados israelenses, que então marcaram sua cabeça. “Estrela de David”, semelhante ao que os nazistas faziam com os detentos em meados do século XX.

A mídia israelense publicou uma foto pixelizada do rosto da vítima palestina, onde a marca era visível.

O advogado do homem palestino denunciou em um comunicado o ataque como “um caso grave de violência intencional e humilhação de um detido pela polícia” e exigiu uma investigação policial imediata.

A mídia israelense citou um juiz do tribunal expressando “horror pela conduta da polícia” e supostamente ordenando uma investigação sobre o assunto.

Em um comunicado, a polícia israelense defendeu a brutalidade, dizendo que o homem resistiu à prisão e os policiais responderam com “força razoável”. A polícia afirma que a estrela de Davi marcada no rosto deste homem foi, na verdade, o resultado aleatório de ser atingido por sapatos.

As forças israelenses cometem vários crimes contra os palestinos, incluindo ataques violentos e prisões em geral, o uso de força excessiva contra manifestantes pacíficos, além de submeter os detidos a maus-tratos, tortura e assassinato.

Israel detém atualmente mais de 5.000 prisioneiros políticos palestinos, segundo dados divulgados por grupos de direitos humanos.

Pelo menos 1.200 deles estão detidos sem acusação ou julgamento em um procedimento internacionalmente proibido conhecido como detenção administrativa.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS