18.5 C
Brasília
quinta-feira, 30 maio, 2024

‘Fim do derramamento de sangue’: Rússia critica posição do CSNU de ignorar ataque a consulado

© AP Photo / Eduardo Munoz Alvarez

Sputnik – O representante permanente da Rússia nas Nações Unidas, Vasily Nebenzya, criticou, neste domingo (14), o Conselho de Segurança da ONU por não agir no ataque israelense ao consulado iraniano na Síria.

Maria Zakharova durante coletiva a jornalistas - Sputnik Brasil, 1920, 14.04.2024

Panorama internacional

MRE russo rebate fala de embaixadora de Israel sobre a reação da Rússia ao ataque do Irã

A crítica ocorreu ao mesmo tempo em que pediu o “fim do derramamento de sangue no Oriente Médio” durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança.

“É lamentável que, ao contrário da reunião de hoje, você não tenha proposto trazê-la para informar o conselho no dia 2 de abril“, disse ele, acrescentando que a Rússia convocou uma reunião de emergência para discutir o ataque israelense contra as instalações consulares em Damasco.

Nebenzya criticou Israel por não cumprir as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, o que ele disse ser “um óbvio desrespeito demonstrado ao conselho, a todos vocês que estão aqui nos assentos dos membros, e um total desrespeito às decisões tomadas pelo Conselho de Segurança”.
“Este confronto de alto nível e derramamento de sangue devem ser interrompidos. Pensamos que é urgente que toda a comunidade internacional empreenda todos os esforços necessários para acalmar a situação”, disse Nebenzya.

Sobre o ataque do Irã contra Israel

O Irã lançou dezenas de drones e mísseis contra Israel na noite de sábado (13), depois de ameaçar retaliar um ataque aéreo mortal ao Consulado-Geral iraniano na Síria, que matou sete membros da elite do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) há duas semanas (1º).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS