30.5 C
Brasília
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

Festival Curta! Documentários exibe gratuitamente 85 longas e 56 séries e distribui R$100 mil em prêmios

FESTIVAL DÁ INÍCIO ÀS COMEMORAÇÕES PELOS DEZ ANOS DO CANAL CURTA!. PREMIAÇÃO SERÁ EM NOVEMBRO, O MÊS DO ANIVERSÁRIO

O Curta! completa dez anos em novembro, mas as comemorações já começam nesse mês de outubro. O canal promove o Festival & Prêmio Curta! Documentários – 10 Anos de Conteúdos Relevantes, uma iniciativa que vai distribuir R$100 mil em prêmios, divididos por cinco produções vencedoras. O público vai votar em suas obras preferidas, que serão exibidas gratuitamente: são 85 documentários de longas-metragens e 56 séries que se destacaram na programação ao longo da década, somando mais de 760 conteúdos produzidos para estrear na grade do canal.

Com votação pela internet no site www.festival.canalcurta.tv.br entre 1 e 31 de outubro, as produções integram os cinco eixos temáticos do canal: Música, Artes, História do Cinema, Pensamento e História Política & Sociedade.

O usuário poderá avaliar cada conteúdo, marcando entre uma e cinco estrelas. As dez obras mais bem avaliadas em cada categoria serão analisadas por um júri técnico que irá eleger a melhor de cada tema. Parte desse júri será formada por educadores. Para participar basta fazer um cadastro simples no site.

Todos os conteúdos do Festival receberam financiamento pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). O FSA é abastecido pela Condecine (contribuição sobre receitas do próprio setor audiovisual, para o desenvolvimento desta indústria nacional).

“Além de celebrar primeira década do canal Curta!, a iniciativa comemora e ratifica a importância e o sucesso das políticas públicas de fomento à produção e circulação do audiovisual nacional, assim como a política “Disco é Cultura”, na década de 70,  elevou a indústria fonográfica brasileira de deficitária na balança comercial à situação hegemônica que hoje desfruta e tanto nos orgulha” – destaca Julio Worcman, diretor e fundador do canal.

Entre os conteúdos abertos para votação popular durante o mês de outubro estão obras como a série “Incertezas Críticas”, que em três temporadas mergulha no pensamento filosófico de grandes intelectuais brasileiros e estrangeiros; e “Grandes Cenas”, que em duas temporadas destaca e analisa cenas antológicas do cinema brasileiro. Longas-metragens documentais também estão disponibilizados, como “Banquete Coutinho”, que propõe olhar para a obra do mestre Eduardo Coutinho.

A linha de produção de documentários sobre MPB também salta aos olhos: “Alceu Valença, na Embolada do Tempo”, “Com a Palavra Arnaldo Antunes”, “Ney Matogrosso à Flor da Pele”, “Os Quatro Paralamas”, entre 45 outros filmes lembrando a carreira de grandes artistas brasileiros. Também estão presentes filmes premiados e/ou que passaram por festivais de renome, como “Favela é Moda”, vencedor do Festival do Rio, e “Espero Tua (Re)Volta”, vencedor do prêmio da Anistia Internacional e do Prêmio da Paz, no Festival de Berlim.

Curta!: dez anos de conteúdo relevante, da TV paga ao streaming

Em 2012, o Curta! estreou na TV paga em um contexto de pouco investimento em produções independentes, embora houvesse um cenário de busca por espaços de criação, produção e distribuição dentro do audiovisual brasileiro. A criação do canal foi um verdadeiro divisor de águas nesse panorama, que foi mudando positivamente conforme a legislação fortalecia o setor.

Após um tempo de grande efervescência produtiva, atualmente o audiovisual vive um momento delicado: enquanto tenta se reerguer após a pandemia e a paralisação dos mecanismos de fomento, se vê diante de duras ameaças às bem-sucedidas políticas de fomento. Mas, mesmo com tantos desafios, o Curta! conseguiu manter um crescimento constante e foi se expandindo ao longo desses anos. Hoje, é mais que um canal na TV paga e contempla também as plataformas de streaming Curta!On – Clube de Documentários, CurtaEdu e TamanduáTV, além do site PortaCurtas, dedicado à produção brasileira de curtas-metragens.

Em novembro, o Curta! celebra dez anos tendo o orgulho de ser um grande incentivador do audiovisual brasileiro. Foram 203 projetos viabilizados, de 125 produtoras de todo o Brasil, resultando em 125 longas documentais e 800 episódios de 70 séries, totalizando R$ 124 milhões em investimentos viabilizados pelo Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Perto de 20% dessa safra ainda se encontra em produção, e em breve chegará à grade do canal linear e ao streaming.

Siga-nos no Instagram e no Linkedin.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS