21.5 C
Brasília
domingo, 23 junho, 2024

Espanha pede mais de US$ 100 bilhões dos fundos europeus de recuperação

© flickr.com / steve_h

Sputnik –A Espanha enviou à Comissão Europeia um pedido de € 10,3 bilhões (R$ 54 bilhões) dos fundos NextGenerationEU e REpowerEU, além de € 84 bilhões (R$ 440,7 bilhões) em empréstimos, informou o governo espanhol na terça-feira (6).

“O Conselho de Ministros aprovou uma adenda ao Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência, sobre o qual a Espanha receberá um total adicional de € 7,7 bilhões [cerca de R$ 40,4 bilhões], mais € 2,644 bilhões [mais de R$ 13,8 bilhões] através do programa REpowerEU e até € 84 bilhões [aproximadamente R$ 440,7 bilhões] em empréstimos”, afirmou o governo espanhol em comunicado.

governo acrescentou que, por meio dos investimentos incluídos no aditamento, que vai ser enviado a Bruxelas nos próximos dias, deve poder realizar reformas destinadas a promover a “autonomia estratégica” da Espanha em energia, agricultura, indústria, tecnologia e tecnologia da informação (TI), bem como para reforçar os investimentos em habitação para arrendamento.
A pedido do Ministério da Ciência e Inovação, o gabinete espanhol aprovou a atribuição de € 22 milhões (cerca de R$ 115,4 milhões) ao Centro de Desenvolvimento Tecnológico Industrial para coordenar a participação de Espanha em vários projetos internacionais de investigação e desenvolvimento, como o Eurostars 3 — programa que objetiva o financiamento de programas inovadores em tecnologia —, que requer € 13 milhões (aproximadamente R$ 68,2 milhões), Horizon Europe 2021-2027 — iniciativa de pesquisa científica da União Europeia (UE) —, que exige € 4,2 milhões (mais de R$ 22 milhões), e Coreia-Espanha, que exige € 5 milhões (cerca de R$ 26,2 milhões), lê-se no comunicado.
Além disso, o gabinete espanhol aprovou investimentos de € 46,5 milhões (aproximadamente R$ 243,9 milhões) para reforçar o sistema de observação e previsão costeira nas Ilhas Baleares, bem como um investimento de € 363 milhões (cerca de R$ 1,9 bilhão) para o desenvolvimento do transporte público nas cidades de Madri, Barcelona, Valência e no Ilhas Canárias.
Operação militar especial russa

Espanha reafirma apoio a Kiev, mas descarta fornecer caças F-16 à Ucrânia: não temos, diz ministra

ÚLTIMAS NOTÍCIAS