24.5 C
Brasília
domingo, 19 maio, 2024

Equador e China em rodada de negócios para acordo comercial

Quito (Prensa Latina) Equador e China estão desenvolvendo a primeira rodada de negócios para um acordo comercial.

O encontro acontece virtualmente e vai até 28 de julho, de acordo com a programação.

De acordo com o Ministério da Produção, Comércio Exterior, Investimentos e Pescas, nesta fase inicial é realizada a troca de propostas bilaterais para os textos dos capítulos que o tratado conterá, bem como as posições em várias disciplinas da negociação.

O calendário inclui tabelas sobre Acesso a Mercados e Disposições Legais, Cooperação para Investimentos e Procedimentos Aduaneiros e Facilitação do Comércio e Regras de Origem.

O ministério anunciou que as negociações sobre Medidas Sanitárias e Fitossanitárias e Cooperação Econômica, Barreiras Técnicas ao Comércio e Defesa Comercial e Comércio Eletrônico e Solução de Controvérsias estão agendadas para os dias 25 e 27 de julho.

A rodada terminará com a negociação do Capítulo da Concorrência, enquanto a segunda e terceira partes estão previstas para os próximos agosto e setembro, respectivamente, quando as autoridades esperam avanços nos textos dos capítulos do acordo comercial entre os dois países.

A China é um mercado no qual o Equador pretende expandir sua presença, pois é um importante parceiro comercial desta nação andina.

Dados oficiais indicam que em 2021 as exportações não petrolíferas equatorianas para o gigante asiático atingiram 3,623 bilhões de dólares e de janeiro a maio de 2022 somaram 2,348 bilhões, o que implica um crescimento de 109,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS