29.5 C
Brasília
sexta-feira, 1 março, 2024

Entrevista de Putin pode ajudar a ‘impedir o Ocidente de cometer suicídio’, diz Scott Ritter

© Foto / Reprodução

Sputnik – O famoso apresentador norte-americano de TV Tucker Carlson fez manchetes nesta semana ao fazer uma visita surpresa a Moscou para uma entrevista com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

A entrevista de Carlson com o líder da Rússia se tornou viral quase imediatamente após ser postada on-line em 8 de fevereiro, tendo sido vista mais de 50 milhões de vezes apenas na plataforma de mídia social X poucas horas após ser publicada.
A entrevista acabou por ser um feito verdadeiramente surpreendente, nele Putin expôs ao público americano “as nuances da história russa” e “as complexidades da alma russa”, disse Scott Ritter, ex-oficial de inteligência do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.
“Na verdade, não se trata realmente do conteúdo [da entrevista], embora haja alguma informação interessante que saiu. Trata-se do processo. Tucker Carlson abriu uma porta para a Rússia moderna, abriu uma porta para a personalidade de Vladimir Putin, abriu uma porta para a alma russa”, disse ele.
De acordo com Ritter, durante a entrevista, Putin, metaforicamente falando, “ajudou a criar um mapa” que pode guiar os espectadores “através das complexidades do que faz a Rússia funcionar”.
Soldados dos EUA em um exercício de treinamento da OTAN na Polônia - Sputnik Brasil, 1920, 15.01.2024

Panorama internacional

Alemanha está se preparando para guerra da OTAN com Rússia após derrota da Ucrânia, sugere jornal

Enquanto ainda está por determinar “quantos milhões de pessoas” vão assistir à entrevista de Putin, Ritter argumentou que é “uma das entrevistas mais importantes da era moderna” porque “pode impedir o Ocidente e a Rússia de entrarem em guerra, de impedir o Ocidente de cometer suicídio”.
“Todas as respostas para todos os problemas que a Rússia e o Ocidente enfrentam hoje foram esclarecidas pelo presidente russo. Não há agenda oculta. Não há, sabe, um código secreto que tenha que ser conhecido”, explicou. “Você só tem que conhecer a Rússia. Tem que entender o que faz a Rússia funcionar. Você tem que entender o pensamento por trás das decisões do presidente russo, os motivos por trás da Rússia. Você tem que entender a Rússia”.
Embora pareça improvável que Carlson “entendesse a Rússia” quando partiu para esta entrevista, ele “sabe que recebeu uma caixa completa de ferramentas, e agora ele tem que sair e terminar o trabalho”, acrescentou Ritter.
“Há muito trabalho a ser feito, mas mesmo os trajetos mais difíceis começam com o primeiro passo. O que Tucker Carlson fez hoje para o povo estadunidense, para o Ocidente, o mundo, ao se sentar e fazer esta entrevista com o presidente russo Vladimir Putin, é o primeiro passo mais importante em uma jornada que pode salvar a humanidade“, afirmou Ritter.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS