21.5 C
Brasília
sexta-feira, 14 junho, 2024

Eleição no Parlamento Europeu não mudará nada; EUA precisam de Europa fraca, diz especialista

© AP Photo / Harry Nakos

Sputnik – Cyrille de Lattre, um analista geopolítico, deu sua opinião à Sputnik sobre os resultados da eleição de domingo (9), que reforçou a presença de eurocéticos.

A política europeia permanecerá a mesma, feita para os interesses dos EUA, apesar das derrotas de partidos governistas em países como a Alemanha e a França, disse o analista geopolítico à Sputnik.
“Os americanos não precisam de uma Europa forte e unida. Eles precisam de uma Europa fraca e dependente dos EUA”, disse Cyrille de Lattre.
Segundo o especialista, mesmo com a crescente presença de eurocéticos no Parlamento Europeu, a maioria permanece com o liberal Partido Popular Europeu (PPE) e Ursula von der Leyen, chefe da Comissão Europeia.

O chanceler alemão Olaf Scholz fala durante a campanha de encerramento para a eleição dos social-democratas alemães (SPD) para o Parlamento Europeu em Duisburg, Alemanha, 8 de junho de 2024 - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2024

Panorama internacional

Coalizão de Scholz sofre grande derrota em eleição do Parlamento Europeu

“Se um democrata vencer as eleições presidenciais nos EUA, praticamente nada mudará. Tudo permanecerá no mesmo lugar, inclusive a política do Parlamento Europeu em relação à Rússia. Se [o ex-presidente norte-americano Donald] Trump vencer a eleição, ele assumirá o cargo apenas em janeiro de 2025 e, durante esse período, talvez muita água e sangue corram”, acrescentou de Lattre.

O equilíbrio das forças políticas no Parlamento Europeu como um todo deverá sofrer uma mudança moderada após o último domingo (9). O PPE, de centro-direita, que apoia von der Leyen, terá 186 assentos dos 720 — um aumento de cerca de 0,9% em comparação com a composição anterior do Parlamento Europeu.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS