14.5 C
Brasília
terça-feira, 11 junho, 2024

Educação mantém medidas contra a poluição na Cidade da Guatemala

Cidade da Guatemala, 22 de maio (Prensa Latina) O Ministério da Educação (Mineduc) mantém hoje pelo terceiro dia consecutivo a suspensão das atividades ao ar livre nas escolas da Cidade da Guatemala devido aos altos níveis de poluição ambiental.

ministério especificou que a ação se aplica a escolas dos setores público, privado, cooperativo e municipal, dada a qualidade do ar “péssima”, segundo o Instituto Nacional de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia (Insivumeh).

Para a tomada de decisões, afirmou em nota, acompanhamos a coordenação e análise com o Ministério da Saúde Pública e Assistência Social.

O Mineduc também incluiu no texto o Insivumeh e o Coordenador Nacional de Redução de Desastres (Conred).

De momento, as atividades ao ar livre continuarão suspensas mas as atividades presenciais dentro das salas de aula devem continuar, sublinhou.

Os pais, acrescentou, poderão decidir se os seus filhos com doenças respiratórias ou propensos a elas usam máscara para frequentar a escola.

Caso excluam a chegada dos seus filhos às escolas, estes não serão afectados academicamente e os professores farão os esforços necessários para lhes proporcionar actividades adequadas à aprendizagem, sublinhou.

Pediu à comunidade educativa que esteja sempre atenta aos canais oficiais da organização para se informar sobre novas disposições.

A decisão ocorreu depois que o presidente da Guatemala, Bernardo Arévalo, e outras autoridades abordaram a situação dos incêndios florestais no país e também a qualidade do ar em entrevista coletiva.

O presidente descreveu o cenário como complicado e explicou que as condições meteorológicas deste ano são extraordinárias, como nunca antes.

Ao longo desta temporada geraram uma multiplicação do número de incêndios, que foram controlados e extintos em diferentes áreas, mas continuamos a ter problemas em Las Verapaces, Izabal e Petén, descreveu o chefe de Estado.

Explicou que há dois fenómenos envolvidos, um os incêndios propriamente ditos e a sua propagação em diferentes partes e outro, ligado ao clima com a presença de uma nuvem em quase todo o território, fruto de acidentes que ocorrem na região.

Pediu especial atenção aos idosos, crianças e escolares, porque neste momento a poluição ambiental e a baixa qualidade do ar tornam-se uma ameaça à saúde.

Ele instou as pessoas a tomarem medidas de proteção e usarem máscaras nas ruas, entre outras destinadas a limitar o contato ou respirar partículas contaminadas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS