21.5 C
Brasília
domingo, 23 junho, 2024

Destaque para o desempenho do Panamá no Centrocaribes San Salvador 2023

Cidade do Panamá (Prensa Latina) O Comitê Olímpico do Panamá destacou hoje o desempenho de sua delegação nos XXIV Jogos da América Central e do Caribe, encerrados no último sábado.

Segundo o comunicado, a representação istmica terminou no décimo lugar no quadro de medalhas com um total de 23 (cinco ouros, seis pratas e 12 bronzes), patamar que não era alcançado há 33 anos.

A última vez foi nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe de 1990, no México, quando o Panamá somou 13 medalhas (uma de ouro, duas de prata e 10 de bronze).

Outro dos pontos que a mídia também destaca é que essa delegação somou cinco medalhas de ouro, recorde que não era alcançado desde 1970, na XI edição no Panamá.

Os atletas merecedores das medalhas de ouro foram Verónica Correa e Edwin Núñez (surf), Karla Navas (ginástica artística), Atheyna Bylon (boxe) e Victoria Heurtematte (hipismo).

Destaca-se também a medalha de prata por equipe na ginástica artística, a primeira do gênero conquistada pelo Panamá na história dessas competições.

Em San Salvador 2023, o país do canal somou mais 10 medalhas às conquistadas na edição anterior em Barranquilla 2018, agora maioritariamente com vitórias femininas (15 medalhas).

O restante do top 10 dos Jogos da América Central e do Caribe foi o México (353 medalhas); Colômbia (244); Cuba (196); Venezuela (158); República Dominicana (111); Porto Rico (96); Caribe Sports Center (79); Trinidad e Tobago (19); El Salvador (28) e Panamá (23).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS