27.5 C
Brasília
segunda-feira, 20 maio, 2024

Descoberto em obras do Trem Maia no México 45 zonas arqueológicas

Cidade do México (Prensa Latina) O trabalho no trem maia na península de Yucatán descobriu 45 sítios arqueológicos que estão sendo restaurados para o gozo do público, disse nesta terça (21) um alto funcionário.

O diretor do Instituto Nacional de Arqueologia e História (INAH), Diego Prieto, deu as informações durante a coletiva de imprensa diária da manhã do Presidente Andrés Manuel López Obrador no Palácio Nacional.

Especificou que na construção do Trem Maia identificaram cerâmica, embarcações, 23.778 estruturas imóveis, 373 enterros humanos, 1.334 bens móveis diversos como metratos e 775 características naturais como cavernas, poços, cenotes ou estruturas para plantio.

Do número total de descobertas, 97,0 por cento foram feitas na estrada, explicou ele.

O diretor do INAH enfatizou que eles farão melhorias muito importantes, e na polêmica Seção 5 do Trem Maia, que as empresas transnacionais de mineração estão lutando para impedir a travessia da ferrovia e para continuar explorando minerais apesar das queixas de contaminação e alteração do ecossistema, ele garantiu que haverá proteção, pesquisa e salvamento arqueológico.

Prieto ofereceu vídeos e outros materiais mostrando o trabalho de salvamento arqueológico e o programa para melhorar as zonas arqueológicas ao longo da rota do Tren Maya: estes estão sendo cuidados, estudados, salvaguardados e aprimorados, disse ele.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS